Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/10122
Tipo do documento: Dissertação
Título: O futuro das escolas públicas estaduais no período noturno - o comportamento da demanda do ensino médio na Cidade de Santos 1995 a 2004
Autor: Carril, Maria da Graça Pimentel
Primeiro orientador: Saul, Ana Maria
Resumo: Esta pesquisa buscou investigar como tem se comportado, no período de 1995 a 2004, a demanda do Ensino Médio regular no período noturno, na cidade de Santos/SP. Para compreender a movimentação da demanda nesse período, fizemos um levantamento dos dados de matrículas no Ensino Médio, em toda a rede estadual de ensino do Estado de São Paulo, na cidade de Santos e, especificamente, em uma escola da rede pública estadual da cidade de Santos. Os dados relativos à movimentação da demanda na rede estadual foram coletados junto aos órgãos da Secretaria de Estado da Educação, por meio de entrevista e de análise de documentos publicados sobre este tema.. Foram realizadas entrevistas com as Assistentes de Planejamento da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo e Assistente de Planejamento da Diretoria de Ensino de Santos. A análise da movimentação da demanda identificou uma nítida redução da demanda cujas explicações estão possivelmente associadas às decisões de políticas educacionais, colocadas em vigor nesses últimos dez anos. A análise da demanda na cidade de Santos, no Ensino Médio regular no período noturno, mostrou um crescimento gradativo (1995 a 1999) sendo que, no período 2000 a 2004, constatou-se uma inversão em sua evolução, com uma redução de 39,3%% das matrículas. Constatou-se também, uma grande expansão da oferta de matrículas na Educação de Jovens e Adultos, no período de 1995 a 2003. Na intenção de poder explicar a redução da demanda, indagamos também, por meio de um questionário, sobre o perfil atual do aluno do ensino noturno, em uma escola pública da cidade de Santos. Foram pesquisados os alunos da primeira série do Ensino Médio Regular e aqueles que cursavam a modalidade Jovens e Adultos. A conclusão a que se chegou indicou que hoje os alunos do noturno são mais jovens, nem todos são trabalhadores, buscam a escola como possibilidade de ingressar e/ou permanecer no mundo do trabalho, assim como espaço de construção de sociabilidade. A opção pela modalidade Jovens e Adultos vem aumentando cada vez mais. A análise do nível de satisfação dos alunos indicou que os alunos da modalidade Jovens e Adultos estão mais satisfeitos com a escola do que aqueles que estão no Ensino Regular sinalizando que um nova organização curricular se faz necessária para atender ao perfil e expectativa dos alunos do ensino médio. Refletimos, ao final, sobre o que fazer com os espaços escolares no período noturno, frente à redução da demanda e apontamos algumas possibilidades de trabalho na perspectiva do desenvolvimento de projetos culturais com e para os jovens.
Palavras-chave: Ensino médio regular
educação de jovens e adultos
demanda na cidade de Santos
perfil do aluno
Escolas públicas - Santos, SP
Escolas noturnas
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::CURRICULO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Educação
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Currículo
Citação: Carril, Maria da Graça Pimentel. O futuro das escolas públicas estaduais no período noturno - o comportamento da demanda do ensino médio na Cidade de Santos 1995 a 2004. 2005. 144 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2005.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/10122
Data de defesa: 9-Jun-2005
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Currículo

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MariaGracaCarril.pdf1,73 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.