???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/10419
Tipo do documento: Tese
Título: História e memória da Reforma Universitária da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1979-1988)
Autor: Canha, Humberto Carlos Mairena 
Primeiro orientador: Bittencourt, Circe Maria Fernandes
Resumo: O objetivo desta pesquisa é contribuir para a História da Reforma Universitária no Brasil, analisando a participação de segmentos e setores universitários no processo de reforma, democratização e autonomia da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), especialmente durante a Constituinte de 1982, a experiência democratizante e a crise institucional, entre os anos de 1979 e 1988. Busca explicitar, nesses momentos significativos da memória da instituição, as alianças, os confrontos e contradições vividas pelos sujeitos no processo de reforma e democratização da PUC-SP. Parte da hipótese de que a greve dos professores, em 1979, com o apoio dos funcionários e estudantes, deu início ao processo de democratização da universidade, a partir das críticas dirigidas à estrutura e às formas de participação da comunidade no governo da universidade, instituídas pelos Estatutos de 1971. O discurso da conciliação , criado pela memória institucional, encobria posições políticas distintas que não tiveram força suficiente para contraporem-se ao hegemônico e alterarem, substancialmente, a própria compreensão sobre a história da universidade até 1986. A crise institucional, decorrente da crise financeira, associada à crise política da universidade, apunhalou severamente tal discurso, pois desfez alianças, revelou divergências quanto às estratégias e aos objetivos defendidos para a PUC-SP e à formalidade da democracia puquiana. Em referência à produção historiográfica e à memória histórica institucional, esta pesquisa analisa o discurso veiculado na documentação produzida pelos diferentes setores e segmentos, principalmente das entidades associativas, dos jornais comunitários e das Atas do Conselho Universitário, reconstruindo o encadeamento das ações, as razões e os significados dados às representações construídas historicamente
Abstract: The goal of this research is to contribute to the History of University Reformation in Brazil, by analizing the participation of different university sectors in the process of reformation, democratization and autonomy of the Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) during the 1982 Constituinte, the democratic experiment and the institutional crisis, between years 1979 and 1988. It aims to understand how these meaningful moments in the University's memory, directly opposite of the military government and its limiting and repressive educational policies, revealed themselves and came together in the institution. Its starting point is the hypothesis that the reconciliating discourse disguised differing political stands, which were not strong enough to make opposition to the predominant one and thus substantially alter the understanding of the memory itself and the university's history and the current moment. The institutional crisis revealed conflicts between different sectors, questioning about the "PUCkian Democracy" and different alternatives about the future of the university among the supporters of the "Statetization" and of the "Mixed Foundation", from 1986 on. Despite the democratic experiment and the institutional crisis, PUC-SP did not manage to equate its subordinate status to Fundação São Paulo, which was responsible for establishing the limits of the university's democracy and autonomy. Regarding historiographic material production and the institution's memory this research analyzed the discourse broadcast in documents produced by different sectors, mainly those published by associations, community newspapers and the records of the University Counsil, recreating the sequence of actions, reasoning and meanings given to the historically built representations
Palavras-chave: Reforma universitária
Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP)
Democracia universitária
Ensino público e gratuito
História e memória
University reformation
University democracy
Free public education
History and memory
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::TOPICOS ESPECIFICOS DE EDUCACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Educação
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: História, Política Sociedade
Citação: Canha, Humberto Carlos Mairena. História e memória da Reforma Universitária da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1979-1988). 2013. 204 f. Tese (Doutorado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/10419
Data de defesa: 23-Sep-2013
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: História, Política Sociedade

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Humberto Carlos Mairena Canha.pdf625,7 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.