???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/10420
Tipo do documento: Dissertação
Título: Encontros e confrontos na escola: um estudo sobre as relações sociais entre alunos brasileiros e bolivianos em São Paulo
Autor: Oliveira, Lis Régia Pontedeiro 
Primeiro orientador: Silveira Bueno, José Geraldo
Resumo: A presente pesquisa tem o objetivo de investigar, por meio da observação das relações estabelecidas entre alunos brasileiros e bolivianos em uma escola pública do município de São Paulo, as configurações intrínsecas à dinâmica das interações sociais entre estes dois grupos. A partir da mencionada observação em campo, constatou-se a ocorrência de práticas de preconceito contra discentes bolivianos. A justificativa corrente para este fenômeno como sendo resultado do choque de culturas, não nos parece ser suficiente para a compreensão destes comportamentos. Isto porque, no ambiente escolar apreciado, bem como em configurações semelhantes, os alunos bolivianos e brasileiros demonstram não possuir diferenças sociais e, principalmente, econômicas significativas (ELIAS, 2000). Em outros termos, passou-se a compreender essas relações inseridas num processo de concorrência por posições sociais, ou seja, em uma luta pela conquista e manutenção da própria classificação e para se evitar a desclassificação (BOURDIEU, 2012). Vale ressaltar que a referida compreensão é elaborada sem ignorar ou minimizar as diferenças linguísticas, culturais, religiosas e étnicas que existem e devem ser consideradas, mas que não explicam em toda sua complexidade as práticas de manifestações explícitas de discriminação contra o alunado boliviano por parte dos seus colegas brasileiros. Em síntese, a intenção fulcral desse estudo é a de oferecer mais elementos aos já produzidos no campo acadêmico para uma compreensão mais aprofundada acerca das relações de sociabilidade entre o corpo discente boliviano e o brasileiro, por meio da análise de comportamentos, reações, posturas e discursos, sem, entretanto, atribuir juízos de valor, como certo e errado, bom e mau, vítima e algoz etc. Intenciona-se, por fim, compreender que em uma sociedade marcada pela desigualdade social e econômica, como a brasileira, a luta de classes não acontece apenas entre classes sociais distintas, mas pode manifestar-se, de forma bastante cruel e contundente, no interior de uma mesma classe social
Abstract: The present research has the aim to investigate, trough the observation of established relations between Brazilian and Bolivian students in a public school belonging to the municipality of São Paulo, the intrinsic configurations of the dynamic of social interactions between these two groups. From the mentioned field observation, it has been evidenced the occurrence of prejudiced practices against Bolivian students, who possess different ethnicity, culture, language and costumes. However, the current justification does not appear to us to go far enough to the comprehension of this phenomenon. This is because, in the assessed school environment, as well as in similar configurations, Bolivian and Brazilian students show not to have significant social and, mainly, economic differences (ELIAS, 2000). In other words, it came to understand these relations included in a process of competition for social positions, i.e., in a struggle for the conquest and maintenance of their own classification, and to avoid the disqualification (BOURDIEU, 2012). It is worth pointing out that the mentioned comprehension is elaborated without ignoring or minimizing the linguistic, cultural, religious and ethnic differences that exist and must be considered, but do not explain in all its complexity the practices of explicit manifestations of discrimination against the Bolivian student body on the part of their Brazilian schoolmates. In summary, the central intention of this study is to offer more elements to the ones already produced in the academic field intending a deeper comprehension about the relations of sociability between the Bolivian and Brazilian student body, by means of an analysis of behaviors, reactions, postures and speeches without, nevertheless, attributing value judgments, such as right and wrong, good and bad, victim and tormentor etc. It is intended, finally, to comprehend that in a society marked by social and economic inequality, such as the Brazilian one, the class struggle does not happen only between distinct social classes, but it may be manifested, in a very cruel and contusing manner, within a same social class
Palavras-chave: Alunos bolivianos e brasileiros
Discriminação
Configurações
Classificação e desclassificação
Bolivian and Brazilian students
Discrimination
Classification and disqualification
Configurations
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::TOPICOS ESPECIFICOS DE EDUCACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Educação
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: História, Política Sociedade
Citação: Oliveira, Lis Régia Pontedeiro. Encontros e confrontos na escola: um estudo sobre as relações sociais entre alunos brasileiros e bolivianos em São Paulo. 2013. 108 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/10420
Data de defesa: 20-Sep-2013
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: História, Política Sociedade

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Lis Regia Pontedeiro Oliveira.pdf791,77 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.