???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/10467
Tipo do documento: Tese
Título: A escolarização da comunidade nipo-brasileira de Registro (1913-1963)
Autor: Omuro, Selma de Araujo Torres 
Primeiro orientador: Bittencourt, Circe Maria Fernandes
Resumo: Trata-se de pesquisa sobre a escolarização comunidade nipo-brasileira do núcleo colonial de Registro-SP, entre 1913 e 1963. Essa experiência educacional desenvolveu-se em um período importante da educação brasileira durante o processo de implantação das políticas de expansão, centralização e nacionalização do ensino. Analisa as versões contraditórias sobre o papel que as escolas japonesas desempenharam nesse período, considerando que há poucos estudos sobre o tema. A investigação tem como objetivos: 1) conhecer a organização, o funcionamento e os objetivos das escolas japonesas; 2) analisar o contexto e o impacto do fechamento dessas escolas para a comunidade nipônica, 3) contribuir para as discussões referentes às diferenças culturais que caracterizam a sociedade brasileira. Partiu-se da hipótese de que a escolarização dos imigrantes japoneses foi um processo peculiar que não pode ser reduzido a modelos estereotipados que a classificaram como pólo de difusão do imperialismo japonês no Brasil, ou como pólo de pura assimilação a uma cultura nacional homogênea. A pesquisa baseou-se em fontes diversificadas: documentos oficiais da educação pública paulista (Anuários de Ensino do Estado de São Paulo), fotografias e documentos da memória oral e escrita da comunidade nipo-brasileira de Registro. O tratamento das fontes contou com o referencial teórico e metodológico de autores como Marson (1994), Kossoy (2001), Leite (2001), Alberti (2005), Pollak (1989), E. P. Thompson (1981), Certeau (2012). Os estudos realizados permitiram concluir que e escolarização da comunidade nipo-brasileira de Registro foi um processo marcado pela diversidade de influenciais culturais e pela existência de conflitos que foram minimizados pela ―história oficial‖ da imigração no município estudado. Constatou-se que os nipo-brasileiros acabaram por se integrar de forma bem sucedida na escola nacional, mas conseguiram preservar as marcas de sua cultura na localidade estudada
Abstract: This research is about the Japanese-Brazilian community schooling in the colonial core of the city of Registro-SP, between 1913 and 1963. This educational experience has developed through an important period of Brazilian education during the implementation process of the policy of expansion, centralization and nationalization of education. It analyzes contradictory versions about the role that Japanese schools have performed in that period. The research aims to: 1) understand the organization, functioning and objectives of Japanese schools; 2) analyze the context and the impact of closing these schools to the Japanese community, 3) contribute to the discussions concerning to the cultural differences that characterize Brazilian society. It started from the hypothesis that the schooling of Japanese immigrants was a unique process that can not be reduced to stereotypical models that classified it as a center of the dissemination of Japanese imperialism in Brazil, or as a center of pure assimilation to a homogeneous national culture. It is also believed that the nationalization of education did not occur as smoothly as reported by the official versions of the process. The research drew on diverse sources: official documents of the State of São Paulo public education (Anuário de Ensino do Estado de São Paulo - Education Yearbooks of the State of São Paulo) photographs and documents from oral and written memory of the Japanese-Brazilian community of the city of Registro. The treatment of the sources relied on the theoretical and methodological framework of authors like Marson (1994), Kossoy (2001), Leite (2001), Alberti (2005), Pollak (1989), E.P. Thompson (1981) Certeau (2012). The realized studies allowed us to imply that education of the Japanese-Brazilian community in Registro was a process marked by diverse cultural influences and the existence of conflicts that were minimized by the "official history" of immigration in the studied city. It was found that Japanese-Brazilians were eventually able to integrate successfully into the national school, but managed to preserve their culture s traits in the studied location
Palavras-chave: Escolarização de imigrantes
Escolas japonesas
Nacionalização do ensino
Immigrants schooling
Japanese schools
Nationalization of the education
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::TOPICOS ESPECIFICOS DE EDUCACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Educação
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: História, Política Sociedade
Citação: Omuro, Selma de Araujo Torres. A escolarização da comunidade nipo-brasileira de Registro (1913-1963). 2015. 251 f. Tese (Doutorado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/10467
Data de defesa: 27-Feb-2015
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: História, Política Sociedade

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Selma da Araujo Torres Omuro.pdf9,42 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.