???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/10470
Tipo do documento: Dissertação
Título: Professores e a indústria cultural: um estudo sobre docentes que ensinam por meio de filmes
Autor: Oliveira, Rafael Neri 
Primeiro orientador: Sass, Odair
Resumo: Este trabalho visou estudar a relação que os professores da rede pública municipal estabelecem com a indústria cultural, buscando entender os critérios segundo os quais estes profissionais atribuem valor formativo ou pedagógico a certos produtos culturais. A observação do ambiente escolar sugere que os professores, em resposta a expectativas sociais, tendem a desenvolver uma relação sui generis com a cultura e a fazer distinções diferentes entre alta cultura e cultura de massas. Foi pretensão desta pesquisa foi estudar em que grau esta distinção está presente na atividade docente e como ela se relaciona com a ideia de uma educação que prime pela crítica e a autonomia. Para isso, foram visitadas quatro escolas e entrevistados seis professores da rede pública municipal de São Paulo. Foi adotado o referencial teórico da teoria crítica da sociedade, mormente as reflexões de Horkheimer e Adorno sobre a indústria cultural (e seus efeitos sobre a consciência) e pseudoformação, além dos conceitos de dessublimação repressiva da obra de arte e alienação artística, ambos presentes em Herbert Marcuse. Foi ainda Marcuse que ofereceu o pano de fundo teórico da administração total das sociedades pós-industriais e suas consequências. Os resultados obtidos sugerem que os professores de fato mantêm uma distinção entre alta cultura e cultura de massas, mas trata-se de uma diferenciação complexa, que não está necessariamente vinculada a uma maior capacidade do docente de efetivar um ensino voltado para a crítica e a autonomia. Em adição, é perceptível que as pressões sociais e da instituição escolar podem ter maior peso sobre as escolhas de filmes para ensinar do que a relação pessoal do professor com o cinema
Abstract: This thesis aimed to study the relationship that teachers in the municipal public school system establish with the cultural industry, meaning to understand the criteria by which these professionals attribute formative or pedagogical value to certain cultural products. The observation of the school environment suggests that teachers, in response to social expectations, tend to develop a sui generis relationship with culture, and also tend to make different distinctions between high culture and mass culture. It was this research's goal to study to what degree this distinction is present at the teaching activity, and how such distinction relates to the idea of an education that fosters criticism and autonomy. For this purpose, picking from the municipal public school system of São Paulo city, four schools were visited and six teachers interviewed. The theoretical reference of Critical Theory was adopted - mostly Horkheimer and Adorno reflections over the cultural industry (and its effects on conscience) and over pseudoformation - as were the concepts of desublimation repressive of art works and of artistic alienation, both present in Herbert Marcuse. It was also Marcuse who offered the chief theoretical background of total administration of post-industrial societies plus its consequences. The results obtained suggest that teachers indeed maintain a distinction between high culture and mass culture, but also that such distinction is actually complex and not necessarily linked to a greater ability by one teacher to promote criticism- and autonomy-oriented education. As an addition, it is noticeable how social pressure and pressure from the teaching institution's part weight more on the choosing of films, for teaching, than the teacher's personal relationship with cinema
Palavras-chave: Teoria crítica da sociedade
Indústria cultural
Trabalho docente
Cinema na escola
Critical theory
Cultural industry
Teaching activity
Cinema at schools
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::TOPICOS ESPECIFICOS DE EDUCACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Educação
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: História, Política Sociedade
Citação: Oliveira, Rafael Neri. Professores e a indústria cultural: um estudo sobre docentes que ensinam por meio de filmes. 2015. 142 f. Dissertação (Mestrado em Educação: História, Política, Sociedade) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: História, Política, Sociedade, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/10470
Data de defesa: 25-Feb-2015
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: História, Política Sociedade

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Rafael Neri Oliveira.pdf821,85 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.