???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/10637
Tipo do documento: Dissertação
Título: Um estudo sobre as práticas avaliativas no regime de progressão continuada: limites e possibilidades
Autor: Delgado, Adriana Patrício 
Primeiro orientador: Marin, Alda Junqueira
Resumo: A presente dissertação de mestrado relata a pesquisa realizada em uma escola pública estadual, localizada no município de São Paulo, após seis anos de implantação do regime da progressão continuada com proposta de ciclos. O objetivo precípuo foi o de investigar as práticas avaliativas desenvolvidas pela escola e pelos professores, com o foco nas relações que a avaliação estabelece, direta ou indiretamente, com as condições de trabalho oferecida aos docentes, com as demais práticas educativas da escola e, sobretudo, com as culturas escolar, docente e discente. Os dados da pesquisa foram coletados pela observação de duas turmas de Ciclo I, respectivamente 3° e 4° anos, durante 2003, seguida da análise de alguns documentos da escola e das entrevistas com o corpo docente, coordenação e direção. A pesquisa teve como elemento norteador duas chaves de análises, que foram: as práticas avaliativas desenvolvidas pela e para a escola e as práticas avaliativas das professoras observadas e entrevistadas. Para uma melhor compreensão das observações e análises realizadas utilizou-se como referenciais teóricos da dissertação, dentre outros autores, Bourdieu, Dubet e Perrenoud. Por meio dos dados observados e coletados e das análises realizadas aliados à teoria, foi possível concluir que permanece, ainda fortemente, a lógica da seriação marcada por currículos organizados em disciplinas estanques, menções com juízos de valor e como mecanismo de seleção; o desejo pelo retomo da reprovação atrelado ao ideal da homogeneidade e os professores despreparados e desacreditados das intenções das reformas públicas. Por outro lado, destaca-se que houve algumas mudanças nas práticas educativas e avaliativas. Porém, estas não foram suficientes para alterar concepções e hábitos instituídos em uma escola, cuja função social, historicamente, tem sido a de selecionar e promover o "avanço" de alguns alunos em detrimento de outros, tendo como maior aliada, para tal, a avaliação de aprendizagem. Também, foi possível observar a permanência da lógica seriada, em consonância com a avaliação de caráter classificatório e os limites e possibilidades existentes para a implantação efetiva da progressão continuada e dos ciclos, a partir de análises sobre 9 confronto existente entre o cotidiano escolar com o discurso oficial. Em virtude das inúmeras críticas que são direcionadas à progressão continuada, as hipóteses seguiram na direção de comprovar que a não efetivação das mudanças propostas por essas reformas se deve à permanência de uma cultura arragaida por décadas, atrelada a deficientes condições de trabalho e falta de apoio aos docentes, e pela formação docente inadequada frente à essas mudanças. Obteve-se como dado conclusivo que, embora os professores tivessem alterado algumas práticas periféricas, se manteve o processo classificatório, seletivo e homogeneizador
Abstract: The present master's degree paper reports the research was carried out in a state public school, located at the São Paulo city, after six years of implantation of continuous progression rules with the proposal of cycles. The essential objective was to investigate the evaluation practices developed by the school and teachers, in focus to the relations that the evaluation establishes, direct or indirectly, with the work conditions offered to the teachers and the learner. The research data were collected by the observation of two groups on Cycle I, 3rd.and 4th. school years, during 2003. They were followed by the analyzes of some school documents and some interviews with the, directorate, coordination and teaching staff. The research had as leading elements two keys of analyzes: the evaluation practices developed by and to a school and the evaluation practices of the teachers observed and interviewed. Among other authors, it was focused Bourdieu, Dubet and Perrenoud, as theoretical references to this paper. By the observed and collected data and from the performed analyzes, it was possible to conclude that it has still been strongly noticed the logic of the series classification marked by curricula that are organized in separated subjects, mentioned with sense and as a way of selection; the desire by the failure condition revival connected to the homogeneity ideal to the teacher that are unripe and discredited (in)consciously on the public reformation intentions. At last, some changes had happened in the evaluation area; however, these had not been enough to alter the conceptions and instituted practice in a school; that has, historically, as social function, to select and promote the "advance" of some students in detriment to the others, it also has as an allied the learning evaluation. It also could be observed the abidance of the classification series logic, in consonant with an evaluation of classificatory nature and the existent limits and possibilities to the effective implementation of the continuous progression and the cycles, from the analyzes on the confront between the scholar quotidian aspects and the official discourse. In virtue of numberless critics that are directed on the continuous progression, the hypotheses followed in the direction to prove that the non fulfillment changes proposed to these reforms, they were due to the abidance decades deep-rooted culture connected to the deficient working conditions and the lack of support to the teaching staff, also either to an inadequate teaching staff or an inadequate teaching formation to these changes. As a conclusive date, although the teachers had altered some periphery practices, it had maintained the classificatory, selective and homogeneity process
Palavras-chave: Reforma do ensino -- Avaliação.
Progressão continuada
Educação: História, Política, Sociedade
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Educação
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: História, Política Sociedade
Citação: Delgado, Adriana Patrício. Um estudo sobre as práticas avaliativas no regime de progressão continuada: limites e possibilidades. 2004. 221 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2004.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/10637
Data de defesa: 30-Dec-2004
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: História, Política Sociedade

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
adriana patricio.pdf14,33 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.