REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação Matemática
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/10974
Tipo: Tese
Título: Alfabetização matemática: aspectos concernentes ao processo na perspectiva de publicações brasileiras
Título(s) alternativo(s): Mathematics literacy: aspects related to the process from the perspective of Brazilian publications
Autor(es): Maia, Madeline Gurgel Barreto
Primeiro Orientador: Maranhão, Maria Cristina Souza de Albuquerque
Resumo: Esta pesquisa investigou aspectos concernentes ao processo de Alfabetização Matemática, a partir de estudos em Educação Matemática brasileiros, que são demandados por publicações governamentais do período de 1996 a 2012. Para tanto, utilizamos a abordagem qualitativa, levantando em sítios eletrônicos, pesquisas que tratavam do processo de Alfabetização em Matemática no período ora citado. Ao buscarmos conhecer o processo de Alfabetização Matemática nessas publicações abertas, percebemos que preponderantemente as ideias de autores como Ole Skovsmose, Ubiratan D Ambrósio, Ocsana Danyluk e Maria da Conceição Ferreira Reis Fonseca foram apresentadas e discutidas como referências teóricas, as quais comparamos. Na perspectiva de Ole Skovsmose, a Alfabetização Matemática vai além da aquisição individual de códigos e da habilidade para calcular e usar técnicas matemáticas formais. Já a Alfabetização Matemática na visão de Ubiratan D Ambrósio está vinculada primordialmente à reflexão de conhecimentos culturais advindos de comunidades ou grupos sociais. Danyluk traz a leitura e a escrita da linguagem matemática, aliadas ao sentido e significado do conhecimento como pontos centrais no processo de Alfabetização Matemática, que incluem também a oralidade e a escuta. E, Fonseca apresenta a Alfabetização em Língua Materna, como vinculada ao domínio de códigos e símbolos no processo de leitura e escrita. Traz ainda uma outra proposta que é o Letramento Matemático. Nela, estão embutidas formas de uso, objetivos, valores, crenças, atitudes e papéis ligados a escrita numérica, formas de quantificar, ordenar, medir e classificar. Consideramos que os autores trazem os conteúdos matemáticos, o domínio de códigos e símbolos, bem como a leitura e escrita da linguagem matemática como aspectos fundamentais ao processo de Alfabetização Matemática. No entanto, tais aspectos precisam estar diretamente vinculados ao contexto de aprendizagem, seja ele social, cultural, político, econômico, cognitivo ou matemático. As ideias apresentadas relacionam os processos de Alfabetização e Letramento em Matemática e Língua Materna. A Alfabetização Matemática pode ter caráter restrito da Alfabetização em Língua Materna quando se considera o domínio de códigos e símbolos, a leitura e a escrita como essenciais. No entanto, tal proposta pode ser considerada limitada, pois reduz a aprendizagem matemática inicial a determinados domínios técnicos. Entendemos que a Alfabetização Matemática, vai muito além desta visão. Ela tem caraterísticas próximas das propostas de Alfabetização na perspectiva do Letramento, quando o conteúdo, aspecto essencial do processo em questão, é visto e trabalhado dentro de um contexto, podendo ser este último matemático, cultural, social e político e é adequado ao que se escuta das falas das crianças e se capta de seus registros. Nesta visão, não é possível ler e escrever a linguagem matemática sem o contexto diretamente relacionado à origem do conhecimento em desenvolvimento, de modo a trazer à tona a cultura das crianças, aliada a perspectivas históricas de produção desse conhecimento
Abstract: This research investigated aspects related to the process of Mathematical Literacy from research in Brazilian Mathematical Literacy, which are demanded by government publications from 1996 to 2012. We used a qualitative approach, gathering research in websites which addressed the process of alphabetization in Mathematics in the period mentioned. As we sought to know the process of Mathematical Literacy in these open publications, we found that the ideas of authors like Ole Skovsmose, Ubiratan D'Ambrosio, Ocsana Danyluk and Maria da Conceição Ferreira Fonseca Reis were mainly presented and discussed as theoretical references, which we compared. In the perspective of Ole Skovsmose, Mathematical Literacy goes beyond the individual acquisition of codes and the ability to calculate and use formal mathematical techniques. On the other hand, Mathematical Literacy in the view of Ubiratan D'Ambrosio is linked primarily to the reflection of cultural knowledge come from communities or social groups. Danyluk brings reading and writing of mathematical language, allied to the sense and meaning of knowledge as central to the process of Mathematical Literacy, which also includes speaking and listening. E, Fonseca presents Mother Tongue Education as linked to the domain of codes and symbols in the process of reading and writing. It brings yet another proposal which is Mathematical Literacy. In it are embedded forms of usage, goals, values, beliefs, attitudes, and roles related to numerical writing, ways of quantifying, ordering, measuring and classifying. We believe that the authors bring the mathematical contents, domain of codes and symbols, as well as reading and writing of mathematical language as fundamental aspects of the process of Mathematical Literacy. However, these aspects need to be directly linked to the learning context, be it social, cultural, political, economic, cognitive or mathematical. The ideas presented relate the processes of Alphabetization and Literacy in Mathematics and Mother Tongue. Mathematical Literacy may have restricted character in Mother Tongue Literacy when considering the domain of codes and symbols, reading, and writing as essential. However, such a proposal can be considered limited because it reduces the initial mathematical learning to certain technical fields. We understand that Mathematical Literacy goes far beyond this vision. It has features similar to Alphabetization proposals in the perspective of Literacy, when the content, an essential aspect of the process at issue is seen and worked within a context, be the latter mathematical, cultural, social, political, etc. and adequate to what is heard from the speech of children and captured from their records. In this view, it is not possible to read and write mathematical language without the context directly related to the origin of knowledge in development, bringing up the culture of children combined with historical perspectives of production of that knowledge
Palavras-chave: Alfabetização matemática
Língua materna
Letramento
Numeramento
Leitura
Escrita e contextos de aprendizagem
Mathematical alphabetization
Mother tongue
Literacy
Numeracy
Reading
Writing and learning contexts
CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::MATEMATICA
Idioma: por
País: BR
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Educação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação Matemática
Citação: Maia, Madeline Gurgel Barreto. Mathematics literacy: aspects related to the process from the perspective of Brazilian publications. 2013. 267 f. Tese (Doutorado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/10974
Data do documento: 13-Set-2013
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação Matemática

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Madeline Gurgel Barreto Maia.pdf1,44 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.