???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/11773
Tipo do documento: Tese
Título: Sujeito: traços de um projeto burguês
Autor: Pugliesi, Márcio
Primeiro orientador: Valverde, Antonio Jose Romera
Resumo: Apresenta-se, nesta conjectura, uma pergunta principal: como o conceito de sujeito se alterou no tempo e como pode subsistir na contemporaneidade? Esta questão é secundada por outras que a completam: Há correlação entre tal conceito e os modos de produção? De que modo as concepções filosóficas acarretam transformações na concepção de mundo e, em conseqüência, na sua gestão? Do ponto de vista da Filosofia Política como seria possível resistir às últimas transformações do conceito e de sua correspondente transformação nas relações de produção? Seria possível formar-se um sujeito coletivo apto a obter um mundo mais justo e equânime? As respostas a essas indagações passaram por percursos necessários: para dar conta do processo histórico da constituição do sujeito e sua posterior desconstrução foi necessário compreender como a questão se punha nos diferentes estádios de desenvolvimento da Filosofia (da Antiguidade à Contemporaneidade), enfatizando-se o Iluminismo como período de seu surgimento efetivo e os processos de sua desagregação e perda de importância para alguns teóricos, seu ressurgimento com a retomada da questão do corpo e o esforço para sua reconstrução nos últimos decênios do século passado. Indicou-se o afã neoliberal da atomização social e o descentramento do sujeito a fim de impedir o surgimento de sujeitos coletivos capazes de alterar a gestão da sociedade. A fim de viabilizar uma estruturação teórica mais consistente buscou-se mostrar a diferença entre os campos da Cultura e da Civilização, apreciando-se seu processo formativo e indicando-se que ambos os campos constituem-se em sistemas adaptativos simbólicos dependentes de instituições como a escola, a família e o relacionamento social para instrumentarem as mudanças sociais, tanto para a manutenção das relações de dominação, quanto para transformá-las. Um excurso histórico foi apresentado para sugerir o processo civilizatório capaz de influenciar a cultura dominante e mantê-la atrelada a seus mandamentos e regras gerais de conduta. Indicou-se ser a História o relato fixado pelos historiadores de as tensões entre os projetos da Cultura e a possibilidade de realização da Civilização, com as conseqüentes tensões e desarranjos na esfera identitária. Assumiu-se o trabalho como um dos principais focos da formação da identidade do sujeito contemporâneo e se investigou o cenário da globalização a fim de perscrutar possíveis rumos e saídas para o Homem desse período
Abstract: A main question comes up from the following conjecture: how was the concept of the self modified throughout times and how can it subsist in contemporaneity? This question is seconded by others that complete it. Is there a correlation between such concept and the means of production? In what way do philosophical conceptions cause transformations in the conception of the world and, in consequence, in its management? From the point of view of Political Philosophy, how would it be possible to resist to the late transformations of the concept and of its corresponding transformation in production relations? Would it be possible to form a collective subject apt to get a more just and equanimous world? The answer to these investigations have gone through necessary paths: to give an account of the historical process of the constitution of the self and of its later disconstruction it was necessary to understand how the question was tackled in the different stages of development of (Antique and Contemporary) Philosophy, giving emphasis to Illuminism as the period of its disaggregation and lack of importance to some theoreticians, its resurgence with the retaking of the question of the body and the strengthening for its reconstruction in the last decades of the past century. It was pointed out that the neo-liberal eagerness for social atomization and the subject s discentrament to avoid the sprouting of collective citizens capable to modify society s management. In order to make a more consistent theoretical structuration possible, one tried to show the difference between the fields of Culture and Civilization, appreciating their formative process and indicating that both fields consist of symbolic adaptable systems which depend on institutions such as school, family and social relationships to be able to instrument social changes, not only to keep the relationships of domination but also to transform them. A historical excursus was presented to suggest the civilizatory process capable to influence the dominant culture and to keep it linked with commandments and general rules of behavior. History was said to be the account established by historians of the tensions between the projects of Culture and the possibility of Civilization accomplishment, with all consequent tensions and breakdowns in the identity sphere. The work was assumed to be one of the main focuses of the contemporary subject s formation of identity and the globalization scenery was investigated in order to find out any possible routes and exits for the Man of this time
Palavras-chave: Sujeito
Filosofia política
Civilização
Ética
Filosofia do direito
História da filosofia
Filosofia contemporânea
Subject
Culture
Political philosophy
Civilization
Ethics
Philosophy of law
History of philosophy
Contemporary philosophy
Ciencia politica -- Filosofia
Civilizacao -- Filosofia
Cultura
Direito -- Filosofia
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Filosofia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Filosofia
Citação: Pugliesi, Márcio. Sujeito: traços de um projeto burguês. 2008. 476 f. Tese (Doutorado em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/11773
Data de defesa: 9-May-2008
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Filosofia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Marcio Pugliesi.pdf2,15 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.