REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/12035
Tipo: Dissertação
Título: Achados dos potenciais evocados auditivos de estado estavel em crianças ouvintes e crianças portadoras de deficiência auditiva neurossensorial
Autor(es): Calil, Daniela Bortoloti
Primeiro Orientador: Lewis, Doris Ruthy
Resumo: Introdução: O potencial evocado auditivo de estado estável (PEAEST) é uma técnica de avaliação objetiva da audição e pode ser realizada em várias freqüências em ambas as orelhas ao mesmo tempo. O método consiste em se modular a amplitude de cada estímulo com uma freqüência diferente e apresenta-los simultaneamente. No domínio da freqüência, a resposta a cada tom aparece na freqüência em que cada estímulo foi modulado. Objetivo: Descrever os achados do Potencial Evocado Auditivo de Estado Estável para crianças ouvintes e crianças portadoras de deficiência auditiva, nas freqüências de 500, 1000, 2000 e 4000 Hz, bilateralmente. Método: 14 crianças ouvintes, com idades entre 2 e 19 meses; 7 crianças portadoras de deficiência auditiva neurossensorial de grau moderado a profundo com idades entre 3 e 35meses. Foram pesquisadas as freqüências de 500, 1000, 2000 e 4000 Hz com estímulos múltiplos simultâneos, com taxas de modulações entre 77 e 103 Hz, binauralmente. Resultados: nas crianças ouvintes as médias dos níveis de respostas do PEAEST observadas foram de 6 a 17.2 dBNAcg. Não houve diferença significativa entre as freqüências. Para as crianças portadoras de deficiência auditiva neurossensorial, os achados do PEAEST mostraram forte correlação com os resultados da audiometria comportamental. Conclusões: O PEAEST é capaz de predizer o grau e a configuração do status audiométrico. É possível obter respostas no PEAEST mesmo quando o PEATE está ausente. A técnica do PEAEST deve ser inclusa na rotina clinica da avaliação audiológica infantil
Abstract: The Auditory Steady State Response (ASSR) is a technique of objective evaluation of the hearing and can be done using some frequencies in both ears at the same time. The method consists on modulating the amplitude of each stimulation with a different frequency and presenting them simultaneously. Objective: Describe the findings of the ASSR for children with normal hearing and children with sensorineural hearing loss, in the frequencies of 500, 1000, 2000 and 4000 Hz, simultaneously. Method: Fourteen children with normal hearing, aging from 2 to 19 months; and seven children with moderate to profound sensorineural hearing loss, aging from 3 to 35 months were evaluated using ASSR evoked by multiple simultaneous stimuli with frequencies at 500, 1000, 2000 and 4000 Hz and modulation between 77 and 103 Hz in both ears. Results: the threshold response observed ASSR in Children with normal hearing was 6 to 17,2 dBNAcg, there was no significant difference observed between the frequencies. Children with sensorineural hearing loss, the findings of the ASSR showed a strong correlation with the results of the behavior audiometry. Conclusions: The ASSR is capable of showing audiometric status, specifying the degree and configuration of the hearing loss. It is possible to get responses in the ASSR even when the ABR is absent. The technique of the ASSR must be included in the clinical routine of children s hearing thresholds
Palavras-chave: Audiometria eletrofisiologia
Potencial Evocado Auditivo de Estado Estável (PEAEST)
Avaliação audiológica infantil
Audiometria de resposta evocada
Criancas surdas
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FONOAUDIOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Fonoaudiologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia
Citação: Calil, Daniela Bortoloti. Achados dos potenciais evocados auditivos de estado estavel em crianças ouvintes e crianças portadoras de deficiência auditiva neurossensorial. 2006. 95 f. Dissertação (Mestrado em Fonoaudiologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2006.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12035
Data do documento: 29-Mar-2006
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DANIELA BORTOLOTI CALIL.pdf2,1 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.