REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/12182
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorLüders, Débora-
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4734932P6por
dc.contributor.advisor1Russo, Ieda Chaves Pacheco-
dc.date.accessioned2016-04-27T18:12:33Z-
dc.date.available2008-05-02-
dc.date.issued1999-11-30-
dc.identifier.citationLüders, Débora. As dificuldades enfrentadas por familiares de deficientes auditivos idosos no processo de comunicação. 1999. 148 f. Dissertação (Mestrado em Fonoaudiologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 1999.por
dc.identifier.urihttps://tede2.pucsp.br/handle/handle/12182-
dc.description.resumoO presente trabalho teve como objetivo colaborar com as formas de atuação do fonoaudiólogo que se propõe a trabalhar com a terceira idade, investigando como os familiares que convivem com idosos portadores de deficiência auditiva, abordam a afetividade no relacionamento entre eles, as implicações que essa deficiência traz para a comunicação no contexto familiar e quais as estratégias utilizadas pelo familiar durante a conversação com o idoso. Para que tal objetivo fosse atingido, foram utilizados três roteiros diferentes de entrevista. A casuística foi composta por 38 familiares que convivem com idosos deficientes auditivos, sendo 31 do sexo feminino e 7 do sexo masculino, na faixa etária de 22 a 63 anos, sendo que 50% residiam junto com o idoso e 50% não. Analisando os dados obtidos, pudemos perceber que os familiares tentam a conversação, havendo poucas desistências durante o processo. Quanto ao uso de estratégias de comunicação, as mais utilizadas foram as estratégias de falar mais alto e de chegar mais perto. Pudemos perceber, claramente, que são poucos os familiares que têm consciência da importância de falar de frente, olhando para o rosto do idoso, porque para este idoso, a leitura orofacial é essencial. Muitos dos problemas referentes ao cuidado do idoso e aos problemas de comunicação advém, principalmente, da falta de conhecimento sobre o que é a deficiência auditiva, dos efeitos que pode trazer para a comunicação e dos fatores que a prejudicam ainda mais, como o ruído, a distância, a reverberação e a má iluminação. Este trabalho mostrou a importância da inclusão dos familiares nos programas de reabilitação audiológica oferecidos por fonoaudiólogos que se propõem a trabalhar com a Terceira Idade, procurando melhorar as condições de convívio do idoso deficiente auditivo na família e na sociedadepor
dc.formatapplication/pdfpor
dc.thumbnail.urlhttp://tede2.pucsp.br/tede/retrieve/25050/Debora%20Luders.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherPontifícia Universidade Católica de São Paulopor
dc.publisher.departmentFonoaudiologiapor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsPUC-SPpor
dc.publisher.programPrograma de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologiapor
dc.rightsAcesso Restritopor
dc.subjectIdoso surdopor
dc.subjectSurdezpor
dc.subjectIdosos -- Cuidado familiarpor
dc.subjectPresbiacusiapor
dc.subjectCuidadorespor
dc.subjectEnvelhecimentopor
dc.subjectFamilia e idosopor
dc.subjectTerceira idadepor
dc.subjectVelhicepor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FONOAUDIOLOGIApor
dc.titleAs dificuldades enfrentadas por familiares de deficientes auditivos idosos no processo de comunicaçãopor
dc.typeDissertaçãopor
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Debora Luders.pdf
  Restricted Access
14,03 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.