REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/12252
Tipo: Dissertação
Título: Audição de jovens de 18 a 25 anos: estudo do entalhe audiométrico
Título(s) alternativo(s): Hearing in youngsters from 18 to 25 years old: a study of the audiometric notch
Autor(es): Sousa, Gisely Belich de
Primeiro Orientador: Russo, Ieda Chaves Pacheco
Resumo: Introdução: Nos últimos anos, tem crescido a preocupação de audiologistas com a saúde auditiva da população jovem, em decorrência da exposição ao ruído urbano e à música em intensidade excessiva, levando a efeitos auditivos e extra-auditivos prejudiciais à saúde. Tem sido cada vez mais comum os jovens submetidos à audiometria tonal liminar apresentarem limiares que se afastam do 0 dB NA e aproximam-se dos 20 ou 25 dB NA, caracterizando o entalhe audiométrico. Trata-se de um rebaixamento dentro da normalidade, nas freqüências de 3k, 4k ou 6 kHz, em presença de uma diferença de, pelo menos, 10 dB da freqüência anterior ou posterior à analisada. O entalhe pode indicar uma tendência ao desencadeamento da perda auditiva induzida por ruído ao longo do tempo. Objetivo: Identificar a presença do entalhe audiométrico em jovens de 18 a 25 anos, a partir da análise das audiometrias tonais liminares, realizadas em um hospital particular do município de São Paulo, no período de 2005 a 2007, verificando sexo, o lado da orelha, a freqüência e o tipo de entalhe são fontes de variabilidade. Método: O estudo é do tipo retrospectivo e quantitativo e o procedimento constou no levantamento dos audiogramas de 722 pacientes normo ouvintes, sendo 353 (48,9%) indivíduos do sexo feminino e 369 (51,1%) do sexo masculino, em idades variando de 18,01 a 25,99 anos.Resultados: Houve presença de entalhe audiométrico em 390 (54%) dos sujeitos estudados, sendo mais frequente para os do sexo feminino - 223 (57,2%) do que para o sexo masculino - 167 (42,8%). Houve diferença estatisticamente significante entre as freqüências na orelha direita, para 4, 6, 8 kHz e para as freqüências de 1 e 4 kHz, na orelha esquerda. Houve prevalência de entalhe audiométrico do tipo unilateral - 308 (79%), estando o tipo bilateral presente em apenas 21%. Conclusão: Os resultados demonstraram significância estatística na presença do entalhe audiométrico, para todas as variáveis estudadas, o que sugere que esta população constitui um grupo de risco para futuras perdas auditivas, se medidas não forem tomadas no sentido de preservar e manter a saúde auditiva dos jovens em nosso meio
Abstract: Introduction: In recent years, has been increasing the concern of Audiologists related to the hearing health of youngsters exposed to urban noise and loud music, which provokes auditory and extra-auditory effects. It is been more and more common for young people who undergo pure tone audiometry to present hearing thresholds above OdB HL, eloser to 20 or 25 dB HL, showing the audiometric notch. This is a hearing reduction within the normal limit, in the frequencies of 3k, 4k or 6 kHz, in presence of a difference of at least 10 dB from the precedent or following the analyzed frequency. The audiometric notch may indicate a tendency of development of noise induced hearing loss with time. Objective: To identify the presence of the audiometric notch in youngsters from 18 to 25 years old, through pure tone audiometry performed at a private hospital in São Paulo, from 2005 to 2007, verifying if gender, frequency, ear and type of notch are sources of variability. Method: This study is retrospective, quantitative and the procedure consisted in the investigation of 722 audiograms of normal hearing subjects,being 353 (48.9%) female and 369 (51.1%) males. Results: The hearing notch was present in 390 (54%) of the 722 studied sample, being more prevalent for female (223 -57.2%) than male (167 - 42.8%). There were statistically significant differences between hearing thresholds for the frequencies: 4, 6, 8 kHz in the right ear and in the left ear, for the frequencies of 1 and 4 kHz. The prevalence of audiometric notch type unilateral - 308 (79%), with lhe bilateral type present in only 21%. Conclusion: The results showed statistically significant difference in the presence of audiometric notch between gender, ears, frequency and type of hearing notch, suggesting that this population may be at risk for future hearing losses, if adequate measures are not taken in order to preserve their hearing health
Palavras-chave: Ruído
Música
Hearing
Noise
Music
Audicao
Audiometria
Perda auditiva provocada por ruido
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FONOAUDIOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Fonoaudiologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia
Citação: Sousa, Gisely Belich de. Hearing in youngsters from 18 to 25 years old: a study of the audiometric notch. 2009. 73 f. Dissertação (Mestrado em Fonoaudiologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2009.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12252
Data do documento: 15-Dez-2009
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Gisely Belich de Sousa.pdf1,36 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.