REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/12286
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorSousa, Patricia Machado de-
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4204394Y6por
dc.contributor.advisor1Russo, Ieda Chaves Pacheco-
dc.date.accessioned2016-04-27T18:12:47Z-
dc.date.available2010-09-15-
dc.date.issued2010-08-02-
dc.identifier.citationSousa, Patricia Machado de. The meaning attributed to audition and the conditions of life of the aged people who live in institutions with and without hearing deficiency. 2010. 57 f. Dissertação (Mestrado em Fonoaudiologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.por
dc.identifier.urihttps://tede2.pucsp.br/handle/handle/12286-
dc.description.resumoO objetivo deste estudo foi estudar os sentidos atribuídos à audição e às condições de vida de idosos institucionalizados com e sem deficiência auditiva. Com o intuito de situar o leitor a respeito do universo no qual esta pesquisa se insere, foi efetuada uma revisão de literatura, com ênfase na deficiência auditiva e a qualidade de vida no envelhecimento; nos idosos institucionalizados e no universo da história oral. Método: Foi empregado o procedimento da história oral temática, tendo como participantes 17 idosos institucionalizados, de ambos os sexos e com idade superior a 60 anos. Os participantes foram então distribuídos em dois grupos: G1- com deficiência auditiva e G2 - sem deficiência auditiva, constatada por meio do exame de audiometria tonal liminar. O número de participantes foi reduzido para oito, no decorrer da coleta de dados, uma vez que foi levada em conta a saturação, ou seja, a repetição das informações nas declarações dos mesmos, o que levou ao esgotamento dos dados sob análise. Os resultados revelaram que grande parte dos idosos entrevistados possui uma boa qualidade de vida, mesmo os idosos com deficiência auditiva mostraram que encontraram maneiras de superar este problema e viver de forma criativa, tomando suas próprias decisões. Verificou-se que apenas uma minoria referiu que a dificuldade auditiva restringe sua vida pessoal ou social, mostrando com isso que o isolamento, a raiva, frustração e dependência são reações esperadas para os idosos com perda auditiva, no entanto, não são obrigatórias e nem podem ser generalizadas. Conclusão: Esses dados revelam que houve uma sensível mudança de sentido atribuído à audição e às condições de vida nos dois grupos de idosos estudados, que valorizaram o envelhecimento ativo, minimizando o impacto da deficiência auditiva em suas vidaspor
dc.description.abstractThe aim of this study was to research the meanings attributed to audition and the conditions of life of the aged people with and without hearing deficiency. It was also with the aim of this study to make the reader aware with respect to the universe in which the research is inserted. A revision in the existing readings was made, with emphasis on hearing deficiency and the quality of life when ageing, in the aged in institutions and in the universe of the oral history. Method used: It was employed the procedure in the thematic oral history, having as participants 17, aged people in institutions, of both genders and over 60 years of age. The participants were distributed in two groups: G1 with impaired hearing and G2 without hearing deficiency, after exams of pure-tone audiometer. The number of participants was reduced to eight, during the procedure of data collecting, once it was taken into account the saturation, or the repetition of the information in their statement which took to the exhaustion of data under analysis. The results revealed that great part of the aged interviewed had a good quality of life even the ones with impaired hearing showed that they found a way to overcome that problem and live in a creative way taking their own decisions. It was found out that just a small minority referred that the impaired hearing produced some restriction to his or her personal and social life, showing that isolation, anger, frustration and dependence are expected reactions in the aged with loss of hearing however they are not compulsory and nor generalized. Conclusion: These data reveal that there was a sensible change in the meaning attributed to audition in the conditions of life in the two groups of aged studied, which valued the active ageing, minimizing the impact of the hearing deficiency in their liveseng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior-
dc.formatapplication/pdfpor
dc.thumbnail.urlhttp://tede2.pucsp.br/tede/retrieve/25164/Patricia%20Machado%20de%20Sousa.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherPontifícia Universidade Católica de São Paulopor
dc.publisher.departmentFonoaudiologiapor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsPUC-SPpor
dc.publisher.programPrograma de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologiapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectIdosospor
dc.subjectEnvelhecimentopor
dc.subjectDeficiência auditivapor
dc.subjectAgedeng
dc.subjectAgeingeng
dc.subjectImpaired hearingeng
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FONOAUDIOLOGIApor
dc.titleO sentido atribuído à audição e às condições de vida por idosos institucionalizados com e sem deficiência auditivapor
dc.title.alternativeThe meaning attributed to audition and the conditions of life of the aged people who live in institutions with and without hearing deficiencyeng
dc.typeDissertaçãopor
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Patricia Machado de Sousa.pdf566,1 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.