???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12382
Tipo do documento: Dissertação
Título: Assistência domiciliar: a atuação do profissional de enfermagem na interação com idoso portador de enfermidade crônica
Autor: Loureiro, Edna Gasques
Primeiro orientador: Côrte, Beltrina
Resumo: O estudo, de caráter qualitativo, realizado na cidade de São Paulo, teve como objetivos analisar a atuação do profissional de enfermagem na interação com o doente idoso portador de enfermidade crônica na assistência domiciliar, identificando as maiores dificuldades de interação dele com o idoso sob o olhar da família e do enfermo doente, e contribuir para a formulação de políticas sociais em relação à assistência domiciliar. Optou-se por utilizar como procedimento metodológico a observação participativa, em que a pesquisadora buscou uma maior profundidade das informações e a partir do contato com os comportamentos reais dos sujeitos, três idosos, três familiares e dois profissionais de enfermagem, compreendendo as várias facetas das situações que envolvem a atuação do cuidado ao idoso, sem isolá-las umas das outras. Foi aplicado um questionário contendo duas perguntas abertas para o profissional, cuidador familiar e enfermo. Em todas as etapas foi utilizado um diário de campo. A pesquisa mostrou que a atuação do profissional de enfermagem sofre as seguintes interferências: assistência domiciliar de longa permanência; institucionalização da assistência domiciliar no domicílio; isolamento do enfermo no próprio ambiente domiciliar; e o não reconhecimento do enfermo, pelo familiar, como acontecia antes da doença, falta de valorização do familiar cuidador, como membro integrante da equipe no cuidado ao doente em assistência domiciliar, o familiar cuidador é idoso; alta rotatividade de profissionais na assistência ao enfermo; falta de vínculo desses profissionais e a falta de preparo dos mesmos para atuação em assistência domiciliar; e falta de interação entre profissionais, família e idoso. Como a assistência domiciliar é uma realidade crescente no Brasil, e a população idosa é maior a cada ano, observou-se que este modelo de atenção deve ser desenvolvido a partir de análises e alternativas para melhorar a atuação da equipe de saúde na interação com o idoso portador de enfermidade crônica. Envolvendo o cuidado transcultural e critérios que considerem o contexto domiciliar e as relações modificadas nesse contexto, com a presença da instituição no domicílio sem institucionalizá-lo, a fim de possibilitar a melhora da interação dos profissionais com o doente e família, bem como entre si, garantindo o conforto do lar.
Palavras-chave: Profissional de enfermagem
Assistência domiciliar
Idoso portador de enfermidade crônica
Interação
Casa/domicílio
Cuidador familiar idoso
Serviços de assistência domiciliar
Idosos
Enfermeiros e pacientes
Doença crônica
Área(s) do CNPq: CNPQ::OUTROS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Gerontologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Gerontologia
Citação: Loureiro, Edna Gasques. Assistência domiciliar: a atuação do profissional de enfermagem na interação com idoso portador de enfermidade crônica. 2005. 147 f. Dissertação (Mestrado em Gerontologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2005.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12382
Data de defesa: 29-Sep-2005
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Gerontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EdnaLoureiro.pdf722,06 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.