???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12494
Tipo do documento: Dissertação
Título: Como andam os pés dos idosos... Dificuldades e repercussões
Autor: Nagy, Istvan
Primeiro orientador: Medeiros, Suzana Apparecida da Rocha
Resumo: Esta pesquisa tem por objetivo geral confrontar as causas e conseqüências das principais alterações físicas, psíquicas e comportamentais desencadeadas pelas deformidades e patologias que afetam os pés dos idosos. Ao mesmo tempo refletir sobre a qualidade de vida das pessoas que têm distúrbios nos pés. Esse trabalho busca um suporte de análise das dificuldades que as pessoas idosas enfrentam nos compromissos sociais, em virtude das más condições dos seus pés. É pertinente ao assunto, inserir os aspectos do envelhecimento e a sua relação com as diversas doenças, dentre elas, os problemas com os pés que em alguns casos podem afastar o idoso de suas atividades socioculturais. Normalmente, os pés não recebem a mesma atenção que outras partes do corpo até que um calo ou odores comecem a incomodar. Além disso, o idoso só fala dos seus pés quando eles doem. Não é necessário esconder o problema dentro do sapato, uma vez que há tratamentos e intervenções que trazem cura, corrigem os passos e até ajustam a posição anatômica dos artelhos. Outro aspecto importante é que o idoso deve ser atendido por um especialista, para que os pés não fiquem em más condições. Os problemas com nossos pés podem ser os primeiros sinais de condições médicas mais sérias tais como: as artrites, diabetes, e desordens do sistema nervoso e da circulação. Qualquer alteração de caráter morfológico e fisiológico que ocorre no organismo vivo, ao longo do tempo, traz consigo reflexos no comportamento, na habilidade intelectual e na capacidade física de cumprir com as atividades diárias. Nesses eventos estão incluídos, obviamente, os pés que direta ou indiretamente vão interferir nas interações sociais (exclusão/inclusão) do indivíduo. À medida que o idoso vai se restringindo nos seus movimentos entra num círculo vicioso que provoca a diminuição das atividades (sedentarismo) o que vai leválo à atrofia muscular, ao enfraquecimento das pernas e conseqüentemente ao isolamento das atividades sociais. As soluções para a inserção de idosos no contexto social dependem de interatividades profissionais como a gerontologia, a clínica médica e a fisioterapia, dentre outras, que devem cooperar harmonicamente para atingir objetivos comuns. Implementos de várias naturezas, utilizados por equipes, preparadas para isso, tornarão bem-sucedida uma existência, em termos de longevidade e qualidade de vida
Abstract: The general purpose of this investigation is to search for parallels between the causes of some of the most important physical, psychic and behavioral problems of old age and those of foot deformities. The extent to which such foot abnormalities exert an influence on the quality of life of aged people has a direct bearing on the matter under discussion. This study aims at gathering supporting evidence for the analysis of the obstacles old people face in their social commitments when they have defective feet to cope with. Aging entails deleterious anatomical and physiological changes characterizing distinct diseases, which include those affecting the feet. This can cause people to keep away from socio-cultural activities. The feet do not usually receive the same attention as other parts of the body until callosities or odors start to bother. Old people only mention their feet when these are hurting. However, it is nonsensical to keep such problems hidden within the shoes. There are clinical and surgical interventions which can correct one s way of walking and even adjust the anatomical position of the toes. Thus, old people should seek help from health professionals to prevent any worsening of the condition of their feet, which often give us the first indications of serious medical conditions such as the arthritis, diabetes, nervous system and circulation problems. Morphological or physiological alterations occurring in people can, over the long run, involve undesirable consequences in connection with behavior, intellectual ability and physical capacity to proceed with their normal activities. In such cases the feet obviously play, directly or indirectly, an important role in one s eventual inclusion or exclusion in groups which could promote social interactions. After all, as aged people restrict their movements, they start a vicious cycle: reduced activities (sedentary life) lead to muscular atrophy, weakness of the legs and consequently the avoidance of social activities. To solve the problem of the insertion of old people in the social context, the help of health professionals, including physiotherapists, gerontologists, and clinicians amongst others, is essential. Such professionals should harmoniously cooperate to reach a common objective. Some kinds of implements are used to successfully fulfill the purposes which are a good quality of life and longevity
Palavras-chave: Pés
Envelhecimento
Tratamento
Qualidade de vida
Feet
Aging
Physiotherapy
Quality of life
Pes -- Anomalias
Envelhecimento
Idosos -- Cuidado e tratamento
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL::SERVICO SOCIAL APLICADO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Gerontologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Gerontologia
Citação: Nagy, Istvan. Como andam os pés dos idosos... Dificuldades e repercussões. 2006. 80 f. Dissertação (Mestrado em Gerontologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12494
Data de defesa: 23-Oct-2006
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Gerontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
GER - Istvan Nagy.pdf318,21 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.