???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12513
Tipo do documento: Dissertação
Título: Ambiente domiciliar X longevidade: Pequena história de uma casa para a velhice
Autor: Mendes, Farah Rejenne Corrêa
Primeiro orientador: Côrte, Beltrina
Resumo: Introdução: O processo do envelhecimento é, hoje, objeto de várias pesquisas no mundo. No Brasil, tem deixado de ser apenas uma preocupação da saúde e sócio-econômica, tornando-se uma preocupação de várias áreas da ciência pelas necessidades e exigências do mundo que envelhece, considerando-se o meio em que vivem, seja o espaço público ou seu domicílio. Pesquisas demonstram que o ambiente domiciliar agrega valores econômicos, sociais, emocionais, afetivos e de saúde ao longo da vida, e exerce influência na vida dos idosos, no seu bem-estar. Objetivos: Investigar a visão de idosos de planejar o ambiente domiciliar em relação à longevidade, contribuindo para a formulação de políticas habitacionais que considerem as necessidades e transformações do corpo humano e as relações afetivas estabelecidas com o meio ambiente e social. Metodologia: Pesquisa quantitativa e qualitativa, realizada com 10 sujeitos, sexo feminino, idade superior a 60 anos, realizada com um grupo de idosos da cidade de São Paulo que participam das atividades oferecidas ao público idoso do Sesc Unidade Consolação. Realizada análise descritiva dos dados coletados. Resultados: 10 idosas, entre 62 a 81 anos. Quanto à moradia, 5 delas moram sozinhas, 9 em apartamento próprio e 4 desejam mudar de casa. Quanto à acessibilidade, todas consideram a sua casa acessível para si e 3 acessível para receber visitas com necessidades específicas. A questão do envelhecimento permeou as respostas das entrevistadas, mas a relação com o ambiente teve pouca representatividade ao considerarmos o planejar o ambiente, que respondendo a pergunta do estudo, as pessoas não planejam o seu ambiente para velhice. Discussão: A casa representa o maior bem conquistado ao longo da vida, o que implica no não desejo de mudar, permeados pelo sentimento de conquista, afetividade, bem-estar, privacidade, independência, autonomia e segurança. O estudo traz uma reflexão sobre o ambiente domiciliar e a complexidade que envolve o envelhecimento. Discute a contribuição para políticas públicas e habitacionais que contemplem os projetos residenciais acessíveis e adaptáveis, considerando as mudanças fisiológicas e funcionais do ser humano, proporcionando ambientes que permitam uma relação harmoniosa em todas as fases da vida, contribuindo para o bem-estar e a permanência do idoso em sua casa, seu espaço afetivo
Abstract: Introduction: The aging process is currently the focus of various studies around the world. In Brazil it is more than just a medical and socioeconomic concern. It is becoming a preoccupation of many additional areas of science due to the needs and demands of this aging population, considering their living environment, be it public space or their residence. Studies demonstrate that over the course of a lifetime, the home environment can affect people's economic, social, emotional, and health status and exert a strong influence on the well-being of senior citizens. Objectives: To investigate elderly´s view to plan the home environment relative to longevity, contributing to the formulation of housing policies that take into account the needs and transformation of the human body and the emotional relationships established with the social environment. Methodology: Quantitative and qualitative study conducted with 10 female subjects age 60 and older. The study was conducted with a group of senior citizens from Sao Paolo who participate in activities offered to the seniors of the SESC Unidad Consolacion. Descriptive analysis of the data collected. Results: 10 female senior citizens, between 62 and 81 years of age. In terms of their housing situation, 5 of them live alone, 9 in their own apartment and 4 wish to move. In terms of accessibility, all consider their homes accessible for themselves and 3 feel their homes are accessible to visitors with special needs. The question of aging permeated the responses of the interviewees but their relationship with their environment was not very apparent in their responses. Considering the core question of the study, it appears that senior citizens do not plan their environment to suit their needs as they age. Discussion: The home represents the the most valuable adquired asset over the course of their lives. This implies that they do not want to change, given their feelings of emotion, well-being, privacy, independence, autonomy and security. The study brings a reflection regarding the home environment and the complexity that aging brings to it. It argues the contribution of it for public and home policies which consider accessible and adaptable residential projects, taking into account the physiological and functional moves of human beings, proportionating environments that permit a harmonious relationship in all phases of life, contributing to well-being and the ability of senior citizens to stay permanently in their homes, their emotional space
Palavras-chave: ambiente domiciliar
casa
idoso
velhice
longevidade
planejar
domiciliary environment
home
older
oldness
longevity
to plan
Envelhecimento
Idosos -- Habitacao
Habitacao e saude
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Gerontologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Gerontologia
Citação: Mendes, Farah Rejenne Corrêa. Ambiente domiciliar X longevidade: Pequena história de uma casa para a velhice. 2007. 121 f. Dissertação (Mestrado em Gerontologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2007.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12513
Data de defesa: 2-May-2007
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Gerontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Farah R C Mendes.pdf903,5 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.