???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12533
Tipo do documento: Dissertação
Título: O idoso e a criança: o significado da relação ao contar histórias
Autor: Ferreira, Maria de Fatima de Jesus Agostinho
Primeiro orientador: Medeiros, Suzana Apparecida da Rocha
Resumo: Esta dissertação de mestrado aborda a questão do significado de contar histórias e a relação que se estabelece entre idosos e crianças, participantes dessa atividade, em espaços públicos e privados. O trabalho procura enfocar as questões inerentes ao processo de envelhecimento em nossa sociedade contemporânea, entendendo que a velhice não constitui o fecho final da existência humana, mas uma fase de descobertas e possibilidades de participação e enriquecimento vivencial. Mostra, ainda, que o relacionamento intergeracional é um caminho para a preservação da cultura, compreendendo-se esta como a troca de significados e a preservação de símbolos, necessários à sobrevivência humana. Para a realização da pesquisa, de natureza qualitativa, utilizamos oito depoimentos de idosos contadores de histórias que atuam em creches, escolas, hospitais, bibliotecas e comunidades. Analisamos e interpretamos as falas dos contadores de histórias, confrontando-as com as quatro categorias de análise: envelhecimento e velhice, relacionamento intergeracional, contar histórias e sociabilidade. A partir dessa experiência entre idosos e crianças, é possível compreender que o significado da relação se estabelece por intermédio das memórias individuais e coletivas, mediadas pela sociabilidade, constituindo-se em processo educativo mútuo, em sentido amplo. Conclui-se que, em nossa cultura ocidental, os valores relacionados ao contato entre velhos e crianças remetem a questões cruciais, tais como: a pertinência do respeito à sabedoria preservada pelos idosos e a construção de seu diálogo com as novas gerações.
Abstract: This Master s thesis approaches the meaning of telling stories and the relationship that is established between elderly people and children participating in this activity, in public and private spaces. The study focuses on questions inherent in the aging process in our contemporary society, understanding that old age is not the final close of human existence, but a phase of discoveries and possibilities of participation and life enrichment. It also shows that intergenerational relationship is a pathway to culture preservation, considering culture as exchange of meanings and preservation of symbols, necessary for human survival. To carry out the qualitative research, eight accounts given by elderly storytellers were used. These storytellers act in day-care centers, schools, hospitals, libraries and communities. The storytellers oral accounts were analyzed, interpreted and compared with the four categories of analysis: aging and old age, intergenerational relationship, telling stories, and sociability. Based on this experience between elderly people and children, it is possible to understand that the meaning of the relationship is established through individual and collective memories, mediated by sociability, constituting a mutual education process, in a broad sense. It is concluded that in our western culture, values related to contact between old people and children point to crucial matters, such as: the pertinence of respect for wisdom preserved by the elderly and the construction of their dialogue with the new generations.
Palavras-chave: envelhecimento
velhice
relacionamento intergeracional
contar histórias
sociabilidade
aging
old age
intergenerational relationship
telling stories
sociability
Crianças e os idosos
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA::OUTRAS SOCIOLOGIAS ESPECIFICAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Gerontologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Gerontologia
Citação: Ferreira, Maria de Fatima de Jesus Agostinho. O idoso e a criança: o significado da relação ao contar histórias. 2004. 182 f. Dissertação (Mestrado em Gerontologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2004.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12533
Data de defesa: 16-Nov-2004
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Gerontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
fatima.pdf926,76 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.