???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13268
Tipo do documento: Dissertação
Título: Oito votos contra um: o desenvolvimento da ciência eugenista nos Estados Unidos
Autor: Cruz, Rodrigo Andrade da 
Primeiro orientador: Priven, Silvia Irene Waisse de
Resumo: A presente pesquisa abordou o desenvolvimento e institucionalização da ciência eugenista nos Estados Unidos nas primeiras décadas do século XX. Para tanto, focou-se nos trabalhos de Charles B. Davenport (1866-1944), seu grupo de trabalho e as redes institucionais que estabeleceu. Inicialmente, Davenport assimilou os conceitos e métodos de pesquisa eugenista desenvolvidos por Francis Galton (1822-1911) e Karl Pearson (1857-1936), que aplicaram basicamente uma abordagem estatística. No entanto, no mesmo período, são redescobertos os trabalhos de Gregor Mendel (1822-1884), associados à incipiente pesquisa genética, também assimilados por Davenport no seu projeto eugenista. Junto de uma discussão do contexto histórico geral que favoreceu as teses eugenistas nos EUA no período sob consideração, foram analisadas as publicações científicas de Davenport e de alguns de seus principais colaboradores, como o psicólogo Henry Goddard (1866-1957) e o eugenista Harry Laughlin (1880-1943), assim como as repercussões desse desenvolvimento na sociedade norte-americana nas três primeiras décadas do século XX
Abstract: The present study focused on the development and institutionalization of the science of eugenics in the United States during the first decades of the 20th century. For this purpose, we focused on the ideas of Charles B. Davenport (1866-1944), his work team, and the institutional networks he contributed to establish. Davenport initially learned the notions and methods developed for eugenic research by Francis Galton (1822-1911) and Karl Pearson (1857-1936), who essentially applied statistical methods. However, by the same time the studies by Gregor Mendel (1822-1884) were rediscovered giving impetus to the incipient field of genetics and were also assimilated by Davenport into his eugenic project. Together with a discussion of the overall historical context that favored the development of eugenics in the US, we analyzed the works by Davenport as well as by some of his main collaborators, such as psychologist Henry Goddard (1866-1957) and eugenicist Harry Laughlin (1880-1943), as well as the repercussions of eugenics in US society in the early decades of the 20th century
Palavras-chave: Eugenia
Estados Unidos - Século XX
Bioestatística
Genética
Charles B. Davenport
Eugenics
United States - 20th century
Biostatistics
Genetics
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA::HISTORIA DAS CIENCIAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: História da Ciência
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em História da Ciência
Citação: Cruz, Rodrigo Andrade da. Oito votos contra um: o desenvolvimento da ciência eugenista nos Estados Unidos. 2012. 96 f. Dissertação (Mestrado em História da Ciência) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13268
Data de defesa: 6-Jun-2012
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em História da Ciência

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Rodrigo Andrade da Cruz.pdf1,59 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.