???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13520
Tipo do documento: Dissertação
Título: A colaboração crítica na compreensão e transformação do ensino-aprendizagem de inglês: atividade de formação de professor
Autor: Oliveira, Ana Paula de Francisco 
Primeiro orientador: Magalhães, Maria Cecilia Camargo
Resumo: Este trabalho tem como objetivo compreender de forma crítica o processo de produção de significados compartilhados entre os participantes desta pesquisa esta pesquisadora e um professor de inglês. Especificamente, tem como objetivo compreender se e como a relação entre pesquisadora e professor se constituiu como um processo colaborativo-crítico de produção compartilhada de conhecimento, possibilitando transformações teórico-práticas nas compreensões e nas ações dos participantes. Foi realizada com alunos de inglês do 1º ano do Ensino Médio de uma escola estadual de São Paulo localizada no bairro de Pinheiros. Está apoiada nas contribuições de Vygotsky (1930, 1934), Leontiev (1977) e Engeström (2001) no que se refere à Teoria da Atividade Sócio-Histórico-Cultural (TASHC). A formação de professores é entendida como uma atividade sócio-histórico-cultural, em que professor e pesquisadora são participantes ativos e efetivos no processo produtivo. O padrão interacional desenvolvido entre os participantes caracteriza-se como colaborativo-crítico, uma vez que é um processo em que argumentação e negociação organizam a produção de novos significados. A metodologia adotada é a Pesquisa Crítica de Colaboração, que, conforme discutida por Magalhães e outros participantes do GP LACE desde 1990, trabalha com a formação crítica e reflexiva dos participantes, propondo uma investigação que não separe a teoria da prática e promova uma transformação nas práticas vigentes. A fim de analisar a interação entre os participantes desta pesquisa foram utilizadas categorias de análise baseadas nos trabalhos de Orsolini (2005), Pontecorvo (2005), Kerbrat-Orecchioni (1996) e Brookfield & Preskill (2005). Os resultados encontrados revelam que os sentidos iniciais dos participantes sobre ensino-aprendizagem de inglês foram ressignificados, possibilitando não apenas aprendizagem e desenvolvimento a ambos, mas também transformações das práticas vigentes na sala de aula
Abstract: This dissertation aims to critically understand the production of shared meanings among the participants of this research this researcher and an English teacher. Specifically, it aims to understand whether and how the relationship between researcher and teacher was constructed as a collaborative-critical process of production of shared knowledge, enabling changes in participants theoretical-practical understandings and in their actions. It was conducted with English learners in the 1st year of high school in a state school in the district of Pinheiros in the city of São Paulo. It is supported by contributions from Vygotsky (1930, 1934), Leontiev (1977) and Engeström (2001) in relation to Socio-Historical-Cultural Activity Theory (TASHC). Teacher training is seen as a socio-historical-cultural activity in which teacher and researcher are active participants in the production of shared meanings. The interaction pattern which was developed among participants is depicted as collaborativecritical, since it is a process in which argumentation and negotiation organize the production of new meanings. The adopted methodology is the Collaborative Critical Research (PCCol), which, as discussed by Magalhães and other members of LACE since 1990, works with critical and reflective training of the participants, proposing an investigation that does not separate theory from practice and promotes a transformation in practices. In order to analyze interaction between the participants, the researcher uses some categories of analysis based on Orsolini (2005), Pontecorvo (2005), Kerbrat-Orecchioni (1996) and Brookfield & Preskill (2005). The results show that the participants initial meanings about teaching-learning of English were reinterpreted, enabling them both not only to learn and to develop, but also to make changes in current practices in the classroom
Palavras-chave: Pesquisa crítica de colaboração
Formação de professores
Ensino aprendizagem de inglês
Collaborative critical research
Teacher training
Teaching-learning of English
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Lingüística
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem
Citação: Oliveira, Ana Paula de Francisco. A colaboração crítica na compreensão e transformação do ensino-aprendizagem de inglês: atividade de formação de professor. 2011. 196 f. Dissertação (Mestrado em Lingüística) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13520
Data de defesa: 5-Aug-2011
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ana Paula de Francisco Oliveira.pdf1,92 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.