???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13587
Tipo do documento: Dissertação
Título: Questões sobre os embaraços da relação criança-linguagem: a presença do nome próprio e de pronomes pessoais
Autor: Dias, Paula Teixeira 
Primeiro orientador: Lier-DeVitto, Maria Francisca
Resumo: Este trabalho problematiza a inquietação levantada por crianças com marcante escassez e precariedade de manifestações linguísticas, com relação muito incomum e constrangedora com outro (diagnosticadas com transtorno global/invasivo do desenvolvimento‟; autismo‟ ou psicose‟). Crianças que são acolhidas na Clínica de Linguagem por haver, em sua fala, questões que geram estranhamento, das quais destaco a presença um tanto indesejada (para o outro) do nome próprio ocupando na cadeia o lugar dos pronomes eu/tu, além da inversão pronominal, o que suspende a dialética eu-tu que caracteriza a reversibilidade dialógica. A Linguística é visitada, buscando-se a conceituação do pronome (principalmente a partir de Benveniste) e considerando o funcionamento próprio da língua enquanto sistema de relações (a partir de Saussure). Tece-se um diálogo com a Aquisição de Linguagem (a partir da proposta interacionista de Cláudia Lemos), visto que tanto o nome próprio quanto a inversão e instabilidade pronominal fazem presença na fala de crianças em aquisição. Porém, a fala das crianças acolhidas na clínica apontam para uma fixação sintomática cuja estabilidade é justamente a instabilidade, a oscilação, a hesitação. Há uma singularidade na relação sujeito/língua/fala (do outro) que leva à necessidade de pensar este sujeito, o que nos leva à Psicanálise - dada a imbricação entre estruturação subjetiva e estruturação da linguagem. Esta imbricação é discutida no Grupo de Pesquisa Aquisição, Patologias e Clínica de Linguagem coordenada pelas Profª Drª Maria Francisca Lier-DeVitto e Profª Drª Lucia Arantes no LAEL/PUC-SP
Abstract: This study discusses questions raised by children with strong difficulties concerning the use of pronouns, which leads to an embarrassing dialogical relationship. Those children enter the Speech Therapy Clinic with the psychiatric diagnosis of global disorder or pervasive developmental disorders or autism or psychosis . Their utterances are not addressed to the other-therapist interestingly enough, there is no pronominal inversion between I/YOU, expected in dialogical situations. One effect of such a situation is that therapists tend to refer to themselves and the children by means of their proper names. Linguistics is here visited in search for adequate theorization and conceptualization concerning the pronouns (Benveniste is at stake). Saussure is also revisited, since he is at the basis of the so called European Structuralism. In the area of Language Acquisition, De Lemos‟s article on the use of pronouns by children is a landmark in the field and was privileged in the present study. The author approaches the long period of glaring instability referring to both the proper name and pronoun reversibility in the process of language acquisition. There are, however, as pointed out above, children who do not reach a stable state they fall into symptomatic/pathological classifications. The argument here stated and advanced is that instability gets stabilized. Psychoanalysis offers a consistent theorization about the human subject and also about its constitution. Given the perspective adopted in the thesis, that clinical field became an important source of theoretical research. Finaly, the present study is affiliated to the CNPq Research Group "Acquisition, Pathology and Language Clinic" coordinated by Prof. Dr. Maria Francisca Lier-DeVitto and Prof. Dr. Lucia Arantes, at LAEL-PUCSP
Palavras-chave: Linguagem
Pronomes
Psicose infantil
Language acquisition
Pronouns
Children and psychosis
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Lingüística
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem
Citação: Dias, Paula Teixeira. Questões sobre os embaraços da relação criança-linguagem: a presença do nome próprio e de pronomes pessoais. 2012. 127 f. Dissertação (Mestrado em Lingüística) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13587
Data de defesa: 17-Aug-2012
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Paula Teixeira Dias.pdf867,36 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.