???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13756
Tipo do documento: Tese
Título: Repensando sentidos e significados de gramática e de ensino-aprendizagem de gramática em um grupo de estudos na universidade
Título(s) alternativo(s): Rethinking senses and meanings of grammar and teaching-learning of grammar in a study group at the university
Autor: Ignácio, Alba Valéria Alves 
Primeiro orientador: Magalhães, Maria Cecilia Camargo
Resumo: Este estudo busca investigar de forma crítica a) que sentidos emergem das discussões sobre gramática e sobre ensino-aprendizagem de gramática com um grupo de alunos do Curso de Letras e b) como novos significados foram compartilhados. Mais especificamente, está voltado à compreensão crítica e à transformação de sentidos e significados atribuídos ao ensino-aprendizagem de três abordagens de gramática em contextos de práticas sociais. A organização argumentativa da linguagem, para a construção de relações colaborativas na discussão das diferentes compreensões dos participantes desta pesquisa, está voltada à produção de novos significados e à ressignificação dos sentidos iniciais. Este estudo se direciona a uma investigação em que teoria e prática são indissociáveis nas reflexões sobre gramática e ensino de gramática. São questões centrais entender como a professora-pesquisadora organiza as relações entre os participantes a fim de aprofundar a produção de conhecimento e se essa organização contribui ou não para a aprendizagem e desenvolvimento dos alunos. Este estudo tem como aportes teóricos a Teoria da Atividade Sócio-Histórico-Cultural (TASHC) com as contribuições de Vygotsky (1930, 1934), Leontiev (1977), Engeström (2008, 2009), Magalhães (2004, 2009, 2010) e Liberali (2009, 2010) e a formação de profissionais crítico-reflexivos (Freire 1970, 1997; Liberali, 2009; Magalhães, 2009; Oliveira 2009; entre outros). Apoia-se também nas abordagens teóricas sobre visões de gramáticas que se apoiaram em discussões de Saussure (primeira metade do século XX), em discussões de Chomsky (final da década de 1950), e de Bakhtin/Volochinov (1929/2004), Bakhtin (1942-45; 1952-53/2003) e de pesquisadores brasileiros, como Geraldi (1984), Mendonça (2006), Rojo (2009), Brait (2010, 2012); entre outros. A metodologia enfocada é a Pesquisa Crítica de Colaboração (PCCol), uma pesquisa de intervenção, discutida por Magalhães (1999, 2009); Liberali (2004); entre outros. Nesse contexto, a formação de futuros professores de língua portuguesa está apoiada no paradigma crítico e dialógico de pesquisa, para que as interações entre os participantes deste estudo de forma colaborativo-crítica revelem a transformação de todos. Também, para que as práticas produzidas apontem relações dialéticas em que os participantes afetam e são afetados pelos interagentes. Os dados foram produzidos, de abril a setembro de 2013, por meio de gravação em áudio e vídeo de um Grupo de Estudos ministrado pela professora-pesquisadora. Os dados foram analisados, priorizando os aspectos enunciativos, discursivos e linguísticos, com base nos estudos sobre argumentação e tipos de perguntas, analisados para a compreensão de relações colaborativo-críticas. Os resultados revelaram (1) que os participantes desta pesquisa transformaram os sentidos iniciais sobre gramática e sobre o ensino-aprendizagem de gramática e (2) que o processo relacional, apoiado nos tipos de pergunta, propiciou que os alunos do Curso de Letras, a professora Si e a professora-pesquisadora transformassem suas compreensões sobre gramática e sobre seus modos de agir direcionados para o ensino-aprendizagem de gramática
Abstract: This study aims to investigate in a critical way a) the senses that emerge from the discussions about grammar and the teaching-learning of grammar with a group of students of a Language Course, as well as, b) investigate how new meanings where shared. More specifically, it is focused on the critical understanding and transformation of the senses and meanings attributed to the teaching-learning of three different grammar approaches on social practices contexts. The argumentative organization of language for building collaborative relationships in the discussion of the different understandings of the participants of this research is focused on the production of new meanings and the redefinition of the initial senses. This study is oriented towards an investigation in which theory and practice are inseparable from the reflections about grammar and the teaching of grammar as well. To understand how the teacher-researcher organizes these relationships among participants in order to enhance the production of knowledge and how this organization helps or not for learning and development of students, are points considered central issues in this research. This study has as theoretical support the of Socio-Historical-Cultural Activity Theory (TASHC) with contributions from Vygotsky (1930, 1934), Leontiev (1977), Engeström (2008, 2009), Magalhães (2004, 2009, 2010) and Liberali (2009, 2010) and the formation of critical and reflective practitioners (Freire, 1970, 1997; Liberali, 2009; Magalhães, 2009; Oliveira 2009; among others).It also relies on theoretical approaches on visions of grammar that relied their discussions on Saussure (first half of the twentieth century), in discussions of Chomsky (late 1950), and on Bakhtin and Voloshinov (1929/2004), Bakhtin (1942-45; 1952-53/2003) and Brazilian researchers, as Geraldi (1984), Mendonça (2006), Rojo (2009), Brait (2010, 2012); among others. The methodology of this research is focused on the Critical Research of Collaboration (PCCol), an intervention research discussed by Magalhães (1999.2009); Liberali (2004); among others. In this context, the formation of future Portuguese language teachers are supported in the critical and dialogical research paradigm, so that the interactions among the participants of this study in a collaborative-critical way for the transformation of all and so that they can also reveal dialectical relations produced by the practices, where the participants affect and are affected by interactors. The data was produced from April to September 2013 by recording audio and video of a Study Group taught by the teacher-researcher. Data was analyzed giving priority to the enunciative, discursive and linguistic aspects based on studies of argumentation and analyzed for the understanding of collaborative-critical relationships. The results showed (1) that the participants in this study transformed the initial meanings of grammar and the teaching-learning grammar and (2) that the relational process, supported by the type of questions, led the students of the Language Course, the teacher Si, and the teacher-researcher transform their understanding of grammar as well as, the way of acting directed to the teaching and learning of grammar
Palavras-chave: Gramática
Ensino-aprendizagem
Reflexão crítica
Grammar
Teaching - learning
Critical reflection
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Lingüística
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem
Citação: Ignácio, Alba Valéria Alves. Rethinking senses and meanings of grammar and teaching-learning of grammar in a study group at the university. 2015. 349 f. Tese (Doutorado em Lingüística) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13756
Data de defesa: 27-Jul-2015
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Alba Valeria Alves Ignacio.pdf2,98 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.