REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Administração
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/1377
Tipo: Dissertação
Título: Mudança e organização - a representação social - percepção de mudanças na visão dos funcionários
Autor(es): Amstalden, Emilio Antonio
Primeiro Orientador: Aguiar, Maria Aparecida Ferreira de
Resumo: O presente trabalho tem por objetivo contribuir para o estudo das mudanças organizacionais como representações sociais de seus funcionários, e para o estudo da Administração, tendo em vista a importância das mudanças para a sobrevivência das organizações. O estudo que é uma pesquisa exploratória de natureza qualitativa em um caso específico, o Banespa Banco do Estado de São Paulo S/A, instituição bancária com mais de noventa anos de existência, com sede na capital do Estado de São Paulo, contando 22 mil funcionários e uma rede em torno de 1412 pontos de atendimento, além de um patrimônio líquido superior a 1 bilhão de dólares. O estudo, que se limita a 09 entrevistas com funcionários de diferentes níveis hierárquicos, tempo de serviço na empresa, idade, escolaridade e localidade, tem por questão de pesquisa captar a percepção de mudanças na visão dos funcionários, sob o enfoque de uma representação social destes. Estão representados na amostra os seguintes níveis hierárquicos: Alta Direção (03 entrevistas), Gerência de Departamento da Administração Geral do Banco (ADGER) (01 entrevista), Gerência de Agências da Grande São Paulo (03 entrevistas), Gerência de Agência do Interior do Estado de São Paulo (02 entrevistas). A entrevista visa a levantar dados sobre a percepção de mudanças na visão dos funcionários, o efeito dessas mudanças para o banco, o efeito dessas mudanças para os funcionários, o sentimento que estes hoje experimentam em relação a essas mudanças, as suas expectativas dentro do banco e a sua perspectiva profissional futura. A análise dos dados permitiu captar uma representação social dos funcionários de segurança e estabilidade profissional dentro da instituição, que se modificou em função de mudanças profundas e radicais ocorridas na empresa a partir de 1994. A Teoria da Representação Social é um instrumento de leitura para a compreensão do fenômeno das mudanças organizacionais, sobretudo na apreensão da realidade fenomenal como conclusão, embora toda mudança organizacional seja uma constante no cotidiano da empresa, e sendo algumas delas conseqüência de uma tendência de mercado, ela sempre causará uma (des)estruturação na organização e nos indivíduos
Abstract: The present paper has as a purpose to contribute for the study of the organizational changes, as its employee's social representations, and for the study of the Administration, taking into consideration the importance of the changes for the survival of the organizations. The study which is an exploratory research of qualitative nature in a specific case, Banespa Banco do Estrada de São Paulo S/A, with more than ninety years of existence, based in the capital of the State of São Paulo, with 22 thousand employees and around 1412 attendance points, and a net patrimony over 1 billion dollars. The study which is limited to 09 interviews with employees of different hierarchical levels, time of service in the company, age, education, and place, has for research target to grasp the perception of changes in the employees' vision, as a social representation of them. In the sample the following hierarchical levels are represented: High Staff (03 interviews), Management of Department of the General Administration of the Bank (ADGER) (01 interview), Management of Agencies of Great São Paulo (03 interviews), Management of Agency of the Interior of the State of São Paulo (02 interviews). The interview seeks to get data about the perception of changes in the employee's vision, which are the effect of those changes for the bank, the effect of those changes for the employees, how is he feeling today in relation to those changes, which are his expectations inside the bank, and his future professional perspective. The analysis of the data has allowed us to capture a social representation of safety's employees and professional stability inside the company, which has been modified due to the deep and radical changes that happened in the company, starting as of l994. The theory of the Social Representation is a reading instrument for the understanding of the phenomenon of the organizational changes, above all, in the apprehension of the phenomenal reality, as conclusion, although every organizational change is a constant one in the daily life of the company, and being some of them consequence of a market trend, it will always bring a (mis) structuralization in the organization and in the individuals
Palavras-chave: Banespa
Espaço público
Funcionários
Representação social
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
Idioma: por
País: BR
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Economia, Administração, Contábeis e Atuariais
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Administração
Citação: Amstalden, Emilio Antonio. Mudança e organização - a representação social - percepção de mudanças na visão dos funcionários. 2001. 169 f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2001.
Tipo de Acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/1377
Data do documento: 30-Mar-2001
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Administração

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Emilio Antonio Amstalden.pdf
  Restricted Access
818,47 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.