???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13816
Tipo do documento: Dissertação
Título: Qualidade vocal em individuos asmáticos com e sem disfunção paradoxal de pregas vocais: correlatos perceptivo-auditivos, acusticos e fisiologicos
Título(s) alternativo(s): Vocal quality in asthmatics with and without paradoxal vocal fold dysfunction: perceptual, acoustic and physiologic correlates
Autor: Cukier, Sabrina
Primeiro orientador: Madureira, Sandra
Resumo: Objetivo: investigar a qualidade vocal de um grupo de indivíduos com disfunção paradoxal de pregas vocais (DPPV) com asma em relação a um grupo de indivíduos asmáticos sem DPPV e a um grupo de indivíduos sem problemas respiratórios, segundo aspectos fonéticos (perceptivo-auditivos, acústicos e fisiológicos). Métodos: gravação de amostras de fala dos sinais acústico e eletroglotográfico de 9 indivíduos com DPPV, 8 com asma sem DPPV e 8 sem problemas respiratórios (grupo controle). O sinal acústico foi analisado do ponto de vista perceptivo-auditivo com roteiro de descrição da qualidade vocal com motivação fonética. As modalidades de análise acústica utilizadas foram os espectros de longo e curto termo. O sinal eletroglotográfico foi analisado a partir da filtragem dos registros, da inspeção da onda Lx e da extração de medidas que refletem as fases do ciclo glótico. Resultados: foram identificados, nos grupos DPPV e asma, ajustes supralaríngeos caracterizados por menor extensão e maior constrição do trato vocal. Os ajustes laríngeos indicaram hiperfunção, voz crepitante, voz áspera, escape de ar, quebras de sonoridade, diplofonia e instabilidade nos grupos DPPV e asma com maior ocorrência de ajuste de voz áspera, escape de ar e ocorrência de curto termo de instabilidade no grupo asma. Na análise acústica de longo termo houve diferenciação entre os grupos e gêneros com maior declínio espectral no grupo asma feminino e controle masculino e maior intensidade espectral no grupo DPPV, diferenciação marcada também pelas medidas espectrais de curto e longo termo. Em termos fisiológicos, na inspeção da onda Lx os grupos asma e DPPV aproximaram-se e diferenciam-se do grupo controle porque apresentaram ruído, baixa intensidade e fase fechada alongada. As medidas eletroglotográficas índice de velocidade e área do coeficiente de contato diferenciaram os grupos asma e DPPV. Conclusões: a análise dos dados contempla a hipótese de alteração vocal em pacientes com DPPV e em pacientes com asma e possibilita a descrição da qualidade vocal como um método de diagnóstico, apontando para a importante demanda de tratamento fonoaudiológico junto a estes pacientes
Abstract: Objective: investigating the perceptual, acoustic and physiological vocal quality of a group of asthmatic individuals with paradoxical vocal fold dysfunction (PVFD) in relation to a group of asthmatic individuals without PVFD and a group of individuals without breathing problems. Methods: recording of acoustic and electroglottographic speech data from 9 individuals with PVFD, 8 with asthma without PVFD and 8 without breathing problems (control group). The perceptual analysis was carried out by means of the phonetic vocal quality analysis protocol. The acoustic analysis comprised both long and short term spectra. The Lx wave of the electroglottographic signals were analyzed and measures relative to the phases of the glottal cycle were extracted. Results: Both PVFD and asthma groups presented supralaryngeal settings characterized by smaller extension and higher constriction of the vocal tract. Laryngeal settings of both PVFD and asthma groups were found to be characterized by hyperfunction, creaky voice, rough voice, breathy voice, sonority breaks, diplophonia and instability, with higher frequency of occurrence of rough voice and breathy voice adjustments and short term instability events in the asthma group. The analysis of the long term spectrum declination lines made it possible to differentiate among the groups and genders: higher degree of spectral intensity was found in the feminine asthma and the masculine control groups and higher degree of spectral intensity in the PVFD group, differentiation also brought out by intensity measures of short and long term spectra. The inspection of the Lx wave revealed the asthma and PVFD groups differed from the control group due to the presence of noise, low intensity and prolonged closed phases. The electroglottographic measures related to speed index and contact coefficient area differentiated the asthma and PVFD groups. Conclusions: the analysis of the data corroborates the hypothesis of the presence of vocal alteration in patients with PVFD and in patients with asthma and favors the description of vocal quality as a diagnosis method, delineating the important demand of speech therapy treatment for these patients
Palavras-chave: Disfonia
Acústica da fala
Percepção auditiva
Disfunção
Prega vocal
Pneumopatias obstrutivas
Dysphonia
Vocal quality
Speech acoustics
Phonation
Dysfunction
Vocal folds
Asthma
Asma
Fonetica
Fala
Qualidade da voz
Área(s) do CNPq: CNPQ::
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Lingüística
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem
Citação: Cukier, Sabrina. Vocal quality in asthmatics with and without paradoxal vocal fold dysfunction: perceptual, acoustic and physiologic correlates. 2006. 149 f. Dissertação (Mestrado em Lingüística) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13816
Data de defesa: 15-Sep-2006
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
trabalho_final_Sabrina_Cukier.pdf955,88 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.