???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13861
Tipo do documento: Dissertação
Título: Interação de sala de aula: alfabetização e letramento no primeiro ciclo do ensino fundamental
Autor: Pereira, Rosangela
Primeiro orientador: Rojo, Roxane Helena Rodrigues
Resumo: Este trabalho tem origem nas indagações acerca das relações estabelecidas dentro das salas de aula de alfabetização, para compreender porque muitas crianças ao final do Ensino Fundamental I não desenvolveram as capacidades relativas à produção e leitura de textos. Definimos como objeto de estudo a interação entre professores e alunos, uma vez que supomos que essa relação pode estar envolvida neste insucesso. Nosso estudo busca responder as seguintes questões: quais os movimentos interativos encontrados nas salas de aula pesquisadas? Que lugar ocupa a fala do aluno nessas interações? A fala do professor funciona nas aulas como palavra autoritária ou internamente persuasiva? As intervenções feitas pelas professoras contribuem para a construção de ZPD? Como? Quais pressupostos teóricos sobre desenvolvimento de aprendizagem e métodos de alfabetização podem ser distinguidos nas práticas docentes? Para responder a tais questões, a presente pesquisa foi desenvolvida em uma escola pública municipal, na qual 70% dos alunos, ao final do segundo ano do primeiro ciclo, são considerados alfabetizados. No referencial teórico utilizado para responder as questões de pesquisa, recorreremos a autores que realizaram estudos dentro do tema, não só da alfabetização, mas englobando também a concepção de letramento. São eles: Ferreiro (1985), Tolchinsky (1995), Terzi (1995), Rojo (1997, 2001, 2005, 2006), Kleiman (2004) e Soares (2004). Como referencial interpretativo, trabalhamos com os conceitos de palavra autoritária, de palavra internamente persuasiva e atitude responsiva ativa, elaborados por Bakhtin (1953-1979/2003; 1934-35/1975) e Bakhtin/ Volochínov (1929/1981). Para abordar o processo de aprendizagem partimos da compreensão da linguagem como interação em seu contexto sócio-histórico como proposto por Vygotsky (1935/1984). Seus conceitos de zona proximal de desenvolvimento e mediação também servirão de apoio para investigar as interações em sala de aula, associados com as interpretações de Smolka e Wertsch (1994) e Smolka (1996). A metodologia utilizada para a coleta de dados foi a pesquisa observacional e interpretativista. Esta pesquisa destina a contribuir para a discussão sobre as concepções atuais de alfabetização e letramento na rede pública de ensino
Abstract: This research originated from issues concerning the relations established in literacy classes to understand why many of the students finishing the first basic level have not developed reading and writing skills. The focus of this study is the teacher-student interaction, since we assume this rapport might be involved in the non-attainment of the expected standards. Our research questions were: what are the interactive moves found in the studied classes? What is the place of students speech in such interactions? Does the teacher s speech work as authoritative or internally persuasive words? Do teachers interventions contribute for ZPD? If so, how? What theoretical assumptions about learning development and literacy methods can be found in the teaching practice? To answer these questions, the present work was developed in a local public school, in which 70% of the students finishing the second year of the first cycle are considered literate. The theories used to approach the subject were the ones developed by authors that focused on the teaching of reading and writing as well as literacy, particularly Ferreiro (1985), Tolchinsky (1995), Terzi (1995), Rojo (1997, 2001, 2005, 2006), Kleiman (2004) and Soares (2004). For interpretative purposes we chose the concepts of authoritative word, internally persuasive word and active responsiveness as elaborated by Bakhtin (1953-1979/2003; 1934-35/1975) and Bakhtin/Volochínov (1929/1981). As for the learning process, we chose to use language as interaction in its socio-historical context as proposed by Vygotsky (1935/1984). His concepts of zone of proximal development and mediation are also used to support the classroom research, together with the interpretations offered by Smolka and Wertsch (1994) and Smolka (1996). The methodology for data collection used observational and interpretational research tools. This research aims at contributing for the discussion about the present conceptions of literacy in the public school network in Brazil
Palavras-chave: Alfabetização e letramento
Interação professor-aluno
Literacy
Teacher-student interaction
Alfabetizacao
Analise de interacao em educacao
Professores e alunos
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Lingüística
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem
Citação: Pereira, Rosangela. Interação de sala de aula: alfabetização e letramento no primeiro ciclo do ensino fundamental. 2007. 146 f. Dissertação (Mestrado em Lingüística) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2007.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13861
Data de defesa: 29-Mar-2007
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Rosangela Pereira.pdf1,16 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.