???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13878
Tipo do documento: Tese
Título: Modos de ler do professor em contexto de uma prática de leitura de formação continuada: uma análise enunciativa
Autor: Horikawa, Alice Yoko
Primeiro orientador: Magalhães, Maria Cecilia Camargo
Resumo: Esta investigação, pautada pelos pressupostos da pesquisa colaborativa, conforme discutida por Magalhães (2004; 2002; 1999; 1996), insere-se em espaços de formação continuada de uma escola pública do município de São Paulo, para promover a leitura de textos científicos primários e de divulgação científica. O trabalho de análise orienta-se pelo objetivo de investigar os modos de ler procedidos por seis educadores e a relação entre esses modos e a formação do professor crítico-reflexivo. Interessa, também, analisar o processo de construção de sentidos, considerando-se as vozes sociais que são acionadas pelos participantes na dinâmica de apropriação do dizer do autor do texto lido. A fundamentação teórica refere-se aos temas da formação de professores e da leitura e linguagem. Quanto ao primeiro, apresentamos, com base em autores como Marcílio (2005), Borges (2005), Nosella (2005) e Ribeiro (2003), a história da formação de professores no Brasil e as concepções de formação que se opõem à tendência tecnicista que marcou essa história, para assinalar aí o valor da formação crítico-reflexiva, conforme abordagem defendida por autores como Libâneo (2002), Pimenta (2002), Giroux (1998) e Contreras (1999). Relativamente ao tema da leitura e linguagem, recorremos, inicialmente, ao campo da História da Leitura, representada principalmente por Chartier (1985; 1997), Hébrard (1985), Manguel (1996), Anne-Marie Chartier e Hébrard (1995), para construir a compreensão de que a leitura relaciona-se com um trabalho singular de significação do enunciado de outrem, conformado ao contexto em que a atividade se realiza e às práticas de leitura construídas no decorrer da história do homem na sua relação com o texto escrito. Para demonstrar a abrangência desses estudos nas discussões sobre a leitura do professor, fundamentamo-nos em autores como Kleiman (2001), Batista (1999) e Britto (1998). Com base em Vygotsky (1925; s/d; 1934), Volochinov/Bakhtin (1926), Bakhtin/Volochinov (1929) e Bakhtin (1934-35; 1952-53), procuramos situar a concepção de leitura defendida pelos historiadores da leitura em sua dimensão enunciativa. A discussão dos dados aponta para a importância de se analisar a leitura do professor na relação com o contexto em que ela se desenvolve, de forma a considerar as demandas específicas do trabalho docente e a apreciação valorativa que os profissionais elaboram a respeito do dizer alheio. Por essa perspectiva, os participantes desta pesquisa mostram-se leitores competentes, na medida em que transformam o texto em recurso para compreenderem sua prática, questionarem propostas e buscarem seu ajuste na situação particular em que estão inseridos
Abstract: This investigation, grounded on the presuppositions of the collaborative research, as discussed by Magalhães (2004; 2002; 1999; 1996), was held in spaces of continuous formation of a public school of the municipal district of São Paulo, aiming to promote the reading of primary scientific and of scientific popularization texts. The analysis work is guided by the objective of investigating the manners of reading proceeded by six educators and the relationship between those manners and the critical-reflexive teacher's formation. It is, also, our interest to analyze the process of construction of senses, being considered the social voices put into action by the participants in the dynamics of appropriation of the author's of the read text saying. The theoretical framework concerns to the themes of the teachers' formation and of reading and language. As for the first, we presented, based on authors as Marcílio (2005), Borges (2005), Nosella (2005), and Ribeiro (2003), the history of the teachers' formation in Brazil and the formation conceptions that are in opposition to the technicist tendency that marked this history in order to stress here the value of the critical-reflexive formation, according to approach defended by authors as Libâneo (2002), Pepper (2002), Giroux (1998), and Contreras (1999). In relation to the theme of reading and language, we appealed, initially, to the field of the History of the Reading, represented mainly by Chartier (1985; 1997), Hébrard (1985), Manguel (1996), Anne-Marie Chartier, and Hébrard (1995), to build the understanding that the reading is related to a singular work of signification of the utterance of the other, conformed to the context in what the activity takes place and to the reading practices built along man's history in his relationship with the written text. In order to demonstrate the breadth of these studies in the discussion concerning teacher´s reading, we based by authors as Kleiman (2001), Batista (1999), and Britto (1998). Grounded on Vygotsky (1925; w/d; 1934), Volochinov/Bakhtin (1926), Bakhtin/Volochinov (1929), and Bakhtin (1934-35; 1952-53) our study searches to situate the conception of reading defended by reading historians in its enunciative dimension. The discussion of the data points out for the importance of analyzing the teacher's reading in the relationship with the context in which this develops in order to consider the specific demands of the educational work and the valorative appreciation that the professionals, as subjects historically and culturally situated, elaborate in regarding to the saying of others. From this perspective, the participants of this research show themselves as competent readers as far as they transform the text in resource to understand their practice, to question proposals, and to look for their adjustment to the private situation in which they are inserted
Palavras-chave: Formação continuada
Leitura de textos científicos primários
Continuous formation
Reading of primary scientific texts
Professores -- Formacao profissional
Professores -- Livros e leitura
Educacao continuada
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Lingüística
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem
Citação: Horikawa, Alice Yoko. Modos de ler do professor em contexto de uma prática de leitura de formação continuada: uma análise enunciativa. 2006. 266 f. Tese (Doutorado em Lingüística) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13878
Data de defesa: 29-Nov-2006
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LAEL - Alice Yoko Horikawa.pdf1,03 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.