???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/14161
Tipo do documento: Dissertação
Título: Metáforas conceptuais de tempo, vida, morte na construção colaborativa das leituras de um texto literário
Autor: Boas, Gislaine Aparecida de Vilas 
Primeiro orientador: Zanotto, Mara Sophia
Resumo: Este trabalho faz parte de um projeto maior desenvolvido pelo grupo de pesquisa GEIM (Grupo de Estudos da Indeterminação e da Metáfora) coordenado pela Profa. Dra. Mara Sophia Zanotto. A fim de contribuir para o desenvolvimento do grupo, esta pesquisa investiga uma prática de leitura como um evento social (Bloome, 1993; Street, 1993) em um contexto real de uso da linguagem, com leitores reais. Por isso, este trabalho se insere na Linguística Aplicada, pois essa área preocupa-se com os problemas reais de uso da linguagem (Celani, 1998; Moita Lopes, 2006). Assim, o objetivo deste trabalho foi discutir o papel da metáfora conceptual (Lakoff & Johnson, 1980) no processo de interpretação de um texto literário, dentro de uma prática de leitura na qual se admite a construção dos sentidos do texto pelo leitor, validando, assim, as múltiplas leituras. A metáfora, sob concepção sociocognitivista, é um dos pilares das construções do sentido, por isso torna-se imprescindível a discussão de sua influência na leitura de textos literários. Os conceitos metafóricos estruturam nosso pensamento e, consequentemente, terão implicações na maneira de interpretar um texto. Dessa forma, foi abordada, neste trabalho, a importância do texto literário em sala de aula, propondo uma prática de leitura que considere a subjetividade dos leitores, resgatando o prazer da leitura literária. Para isso, este trabalho foi desenvolvido sob a corrente interpretativista, uma corrente qualitativa, na qual se insere o instrumento de pesquisa utilizado neste trabalho: o Pensar Alto em Grupo. Esse instrumento passou a ser utilizado pelo grupo GEIM também como uma prática pedagógica e tem revelado grande influência na leitura como prática social (Zanotto, 1997, Zanotto & Palma, 2008). Desse modo, o Pensar alto em Grupo é considerado uma prática de letramento, pois toda prática de letramento é uma prática social (Street, 1993). Assim, ao trabalhar com essa prática, que privilegia a interação entre os leitores, foi possível investigar como as metáforas conceptuais influenciam a construção das leituras durante a interpretação de um texto literário em um evento social de leitura
Abstract: This work is part of a larger project developed by the research group GEIM (Research Group of Indeterminacy and Metaphor) coordinated by Prof. Dr. Mara Sophia Zanotto. To contribute to the development of the group, this study investigates a practice of reading as a social event (Bloome, 1993; Street, 1993) in a real context of language use, with real readers. Therefore, this work fits in the Applied Linguistics, as this area is concerned with the real problems of language use (Celani, 1998; Moita Lopes, 2006). Thus, the objective was to discuss the role of conceptual metaphor (Lakoff & Johnson, 1980) in the process of interpreting a literary text, within a practice of reading in which it admits to making sense of the text by the reader, validating, thus, the multiple readings. Metaphor, under socio-cognitive paradigm, is one of the pillars of the constructions of meaning, so it is essential the discussion of its influence on reading literary texts. The metaphorical concepts structure our thought and therefore have implications in the way of interpreting a text. Thus, it was addressed in this work, the importance of literary texts in the classroom, offering a reading practice to consider the subjectivity of readers, rescuing the pleasure of literary reading. To this end, this work was developed under the current interpretive, a qualitative chain, in which the research instrument used in this work is part of: the Think-Aloud in Group. That tool is now used by the group GEIM also as a pedagogical practice that has shown influence on reading as social practice (Zanotto, 1997, Zanotto & Palma, 2008). Therefore, the Think-Aloud in Group is considered a practice of literacy, for all practical literacy is a social practice (Street, 1993). Thus, when working with this practice, which focuses on the interaction among readers, it was possible to investigate how conceptual metaphors influence the construction of the readings during the interpretation of a literary text into a social event of reading
Palavras-chave: Leitura
Letramento
Metáfora conceptual
Metodologia Interpretativista
Reading
Literacy
Conceptual metaphor
Interpretative methodology
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Lingüística
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem
Citação: Boas, Gislaine Aparecida de Vilas. Metáforas conceptuais de tempo, vida, morte na construção colaborativa das leituras de um texto literário. 2010. 128 f. Dissertação (Mestrado em Lingüística) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/14161
Data de defesa: 6-Aug-2010
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Gislaine Aparecida de Vilas Boas.pdf1,47 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.