???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/1461
Tipo do documento: Dissertação
Título: As finanças comportamentais e a contabilidade mental: desenvolvimento de pesquisa sobre contas mentais com dois grupos distintos em suas formações acadêmicas
Autor: Almeida, Eduardo Henrique de
Primeiro orientador: Marion, José Carlos
Resumo: Este estudo propõe Uma Contribuição ao Desenvolvimento da Contabilidade Mental, considerando as Finanças Comportamentais e as Contas Mentais advindas da Contabilidade Mental. Apresenta as Finanças Comportamentais como propulsora da informação que sustenta as tomadas de decisões e dá ênfase aos seus pioneiros, os estudiosos Daniel Kahneman e Amos Tversky. Além deles há conceitos de diversos autores sobre os temas em estudo, com foco nos itens considerados de extrema relevância como a tomada de decisão e a racionalidade, a teoria do prospecto ou teoria da perspectiva e a aversão à perda. O estudo apresenta Richard Thaler como precursor da Contabilidade Mental, bem como a colaboração de outros autores dessa Contabilizade, considerada mais humanizada . Como objetivo intenciona-se refletir sobre as contas mentais, de modo a retratar a realidade vivenciada pelo indivíduo e buscar as contribuições de outras áreas do conhecimento. Para tanto, há que se ter qualidade nos processos que possam assessorar as dificuldades na administração das contas, ou seja, promover equilíbrio entre ganho e gasto, utilizando a contabilidade mental. Trata-se de um tema novo, em franca evolução, que busca ampliar a compreensão e o aprimoramento da capacidade informativa com o objetivo de desencadear um novo pensar, mais organizado, para garantir a sobrevivência do indivíduo na sociedade, sem que seja massacrado pelo endividamento. Metodologicamente trata-se de uma abordagem qualitativa, do tipo pesquisa exploratória que se dá, num primeiro momento, por meio de revisão da literatura alicerçada em levantamentos bibliográficos, em bancos de dados acadêmicos, em periódicos e em meio eletrônico, mesmo sendo este um tema ainda novo e sem um acervo significativo. Num segundo momento, o estudo apresenta a pesquisa propriamente dita realizada com quarenta pessoas, sendo 20 com formação na área de Administração, Contabilidade, Economia e afins e 20 com formação em áreas distintas destas, ou seja, sem conhecimento sobre finanças. Considera-se para esta pesquisa a seguinte hipótese: a formação acadêmica dos indivíduos influência a tomada de decisão, pois estamos todos expostos aos aspectos da Contabilidade Mental, aos Vieses e às Heurísticas. Os resultados obtidos na pesquisa são apresentados, já sistematizados, bem como a compreensão do pesquisador acerca dos resultados e sua comparação com a teoria. Como resultado a pesquisa mostra que os indivíduos estão expostos às contas mentais e a um conjunto de eventos e atalhos mentais na tomada de decisão, independente de sua formação acadêmica
Abstract: This study proposes a Contribution to the Development of Mental Accounting, considering the Behavioral Finance and Mental Accounts arising from the Mental Accounting. It presents the Behavioral Finance as the propeller of information that supports the decision-making and gives emphasis to its pioneers, the studious Daniel Kahneman and Amos Tversky. Besides them, there are concepts of different authors about subjects under study, focusing on items considered extremely important as the decision-making and rationality, the prospect theory and the aversion to loss. This study presents Richard Thaler as a precursor of Mental Accounting, and the collaboration of other authors of Accounting, considered more "humane." It aims to reflect about the mental accounts in order to portray the reality that the individual tried and to seek contributions from other areas of knowledge. Therefore, it s necessary quality in areas which may assist the difficulties in administering the accounts, or promoting a balance between gain and cost, using mental accounting. This is a new theme, in full development, which aims to enhance understanding and improving the informative capacity in order to trigger new thinking, more organized, to ensure the survival of the individual in society, without being massacred by debt. Methodologically, this is a qualitative approach, like an exploratory research, that happens at first, through a literature review, based on bibliographic surveys, in academic databases, periodicals and electronic media, even though it is still a new theme without a significant collection. Secondly, the study shows the actual research conducted with 40 people, including 20 graduated in Administration, Accounting, Economics and similar, and 20 in distinct areas, that is without knowledge about finances. For this research, the following hypotheses are considered: the academic training of individuals, the influence and the decision-making, because we are all exposed to aspects of mental accounting, the obliquity and heuristics. The results are presented in the research, systematized, and the researcher's understanding of the results and their comparison with theory. As a result, the research shows that individuals are exposed to mental accounts and to a set of events and mental shortcuts in decision-making, regardless of academic education
Palavras-chave: Contas mentais
Contabilidade mental
Finanças comportamentais
Influência de outras ciências
Mental accounts
Mental accounting
Behavioral finance
Influence of other sciences
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::CIENCIAS CONTABEIS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Ciências Cont. Atuariais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Contábeis e Atuariais
Citação: Almeida, Eduardo Henrique de. As finanças comportamentais e a contabilidade mental: desenvolvimento de pesquisa sobre contas mentais com dois grupos distintos em suas formações acadêmicas. 2011. 136 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Cont. Atuariais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/1461
Data de defesa: 9-Jun-2011
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Contábeis e Atuariais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Eduardo Henrique de Almeida.pdf817,67 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.