???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/14650
Tipo do documento: Dissertação
Título: Paùlismo e interseccionismo pessoanos: interconexões sócio-históricas e plástico-estruturais
Autor: Jesus, Ronaldo Ribeiro de 
Primeiro orientador: Segolin, Fernando
Resumo: O objetivo desta dissertação é estabelecer uma relação entre os aspectos plástico-estruturais dos poemas paùl-interseccionistas de Fernando Pessoa e o contexto sócio-histórico que os gerou, com ênfase na questão da fragmentação do homem do início do século XX. Para tanto, alguns dos referenciais teóricos utilizados foram: a concepção do universo fragmentário, por Erwin Theodor Rosenthal, as observações sobre a técnica de fusão da lírica moderna, segundo as anotações de Hugo Friedrich, o mito do andrógino descrito em O banquete, de Platão, bem como alguns dos principais manifestos vanguardistas do Modernismo europeu. Os poemas selecionados para compor o corpus que serviu de base para o desenvolvimento da pesquisa são: Impressões do Crepúsculo (1913), base do programa paùlista; Hora Absurda (1913), composição da fase militante do modernismo, Chuva Oblíqua (1914), que representa o ápice da nitidez e plasticidade características do Interseccionismo. Em um primeiro momento, nos dedicamos a uma breve reflexão acerca do contexto sócio-histórico em que se desenvolveram as vanguardas europeias, procurando estabelecer conexões entre estas e as experimentações paùl-interseccionistas. Em seguida, fizemos um levantamento específico de algumas das formulações críticas mais expressivas sobre o Paùlinterseccionismo; ao final, procedemos ao exame objetivo do corpus. Concluímos que, apesar de Paùlismo e Interseccionismo terem sido desqualificados por seu criador, que os rotulara de mero período transitório no conjunto de sua obra, os textos dessas duas poéticas desenvolveram recursos estilísticos capazes de evocar a fragmentação do homem do início do século XX. Através da proposição de uma combinação inovadora de fragmentos textuais, Pessoa estabelece uma nova dimensão expressiva, de caráter simultaneísta, capaz de expandir nossa percepção acerca da complexa realidade do mundo moderno
Abstract: This work aims at establishing a connection between the structural-plastic aspects of Paul-intersectionist poems by Fernando Pessoa and the sociohistorical context that generated them, with emphasis on the issue of fragmentation of the man of the early twentieth century. In order to do that, some of the theoretical frameworks used were: the conception of a fragmentary universe, by Theodor Erwin Rosenthal, the observations on the fusion technique of modern lyricism, according to Hugo Friedrich s notes, the myth of the androgyne described in The Banquet of Plato, as well as some of the major avant-garde manifestos of European Modernism. The poems selected to compose the corpus that constituted the basis for the development of the research are: Impressões do Crepúsculo (1913), which is the foundation of the paùlista program; Hora Absurda (1913), a composition of the militant phase of Modernism, Chuva Oblíqua (1914), considered the pinnacle of the sharpness and plasticity characteristic of the Intersectionism. At first, we focused on a brief reflection on the socio-historical context in which the European vanguardist movements have emerged, seeking to establish connections between them and the Paul-intersectionist experimentation; then we conducted a survey of some of the specific most significant reviews on Paulintersectionism; at last, we proceeded to the objective examination of the corpus. We concluded that although Paulism and Intersectionism have been disqualified by his creator, who once labeled them as a mere transitional period in his body of work, the texts of these two poetic systems developed stylistic features able to evoke the fragmentation of man of the early twentieth century. By proposing an innovative combination of textual fragments, Pessoa establishes a new expressive dimension, one of a simultaneist sort, able to expand our perception about the complex reality of the modern world
Palavras-chave: Literatura portuguesa
Poesia moderna
Fernando Pessoa
Paùlismo
Interseccionismo
Portuguese literature
Modern poetry
Paulism
Intersectionism
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::LITERATURA COMPARADA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Literatura
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária
Citação: Jesus, Ronaldo Ribeiro de. Paùlismo e interseccionismo pessoanos: interconexões sócio-históricas e plástico-estruturais. 2010. 99 f. Dissertação (Mestrado em Literatura) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/14650
Data de defesa: 29-Sep-2010
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ronaldo Ribeiro de Jesus.pdf1,56 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.