REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/14654
Tipo: Dissertação
Título: A narração e a experiência de morte em Leite Derramado, de Chico Buarque
Autor(es): Santos, Elaine Cristina de Jesus
Primeiro Orientador: Oliveira, Maria Rosa Duarte de
Resumo: A presente dissertação tem como objetivo analisar o romance Leite Derramado, de Chico Buarque (2009), tendo por objeto a figura do narrador, que oscila entre a tradição oral, daquele que narra suas experiências de vida e aconselha, e o narrador contemporâneo, que já não sabe narrar, pois se vê perdido diante da própria existência, criando um discurso repleto de vazios e esquecimentos. A problemática da presente pesquisa nasceu do questionamento sobre a convivência desses dois aspectos divergentes do ato narrativo que se unem para a construção desse romance. A hipótese norteadora do caminho investigativo é a de que a conciliação entre a tradição e a modernidade do narrar cria um híbrido entre a memória e o esquecimento, entre o apagamento dos rastros e a tentativa de resgate do passado, tendo a morte como ponto de união desses contrários: narrador moribundo, narrativa, leitor e autor em processo de fragmentação e desfazimento. A fundamentação teórica que norteia este trabalho está baseada, primordialmente, nas teorias sobre o narrador tradicional de Walter Benjamin, o narrador pós-moderno de Silviano Santiago, os estudos de Blanchot e Lélia Parreira Duarte sobre a temática da morte na literatura, além das reflexões de Ecléa Bosi sobre a relação entre memória e envelhecimento. A dissertação procura explorar, ao longo de quatro capítulos, de que maneira tradição e contemporaneidade se apresentam no romance e como se dá a experiência de morte, que se dissemina para todo o espaço da narrativa: um narrador moribundo; um texto incongruente e lacunar que é enunciado pela voz de Eulálio, narrador e personagem da história, e é recolhido por uma escrita cujo autor se indefine; um leitor que ouve-lê uma quase-história que não sabe a quem pertence. Enfim, tudo está prestes a desaparecer nesse equilíbrio frágil entre a visibilidade e a invisibilidade, tal qual sugere o leite derramado do título. Conclui-se, então, que a obra de Chico Buarque, ao conciliar tradição e modernidade, cria um romance inacabado, afinado com o argumento de T.S. Eliot de que não se pode criar algo novo sem partir de uma tradição, mesmo que esta volte esfacelada e fragmentária
Abstract: This dissertation aims to analyze the romance Leite derramado (2009) by Chico Buarque, which has as main goal the narrator, oscillating from oral tradition, from whom tells his life s experiences and advice, and the contemporary narrator, who no longer knows how to recount, because he feels lost himself in his own existence, creating a discourse full of gaps and omissions. The problem of this research was born out from the questioning about the coexistence of these two divergent aspects of the narrative act that come together to construct this novel. The hypothesis guiding the investigative pathway is that the reconciliation between tradition and modernity of the narrative creates a hybrid between memory and forgetting, erasing the tracks and the attempt to rescue the past, taking death as a point of union of these opposites: dying narrator, narrative, reader and author in the process of fragmentation and undoing. The theoretical framework that guides this work is based primarily on traditional theories about the narrator of Walter Benjamin, the postmodern narrator Silviano Santiago, Blanchot´s studies and Lélia Parreira Duarte on the theme of death in literature, besides the reflections by Ecléa Bosi about the relationship between memory and aging. The dissertation tries to explore throughout this four chapters how tradition and modernity are presented in the novel and how death experience happens and spreads to the entire space of the narrative: a dying narrator, an inconsistent and incomplete text which is enunciated by the voice of Eulálio, narrator and character in the story, and is collected by an author whose writing is undefined; a reader who listens and read an almost-read story that does not know to whom it belongs. Anyway, everything is about to disappear in that balance between visibility and invisibility, as suggests the "leite derramado" - the title. Then, in conclusion when the work of Chico Buarque reconciles tradition and modernity creates an unfinished novel, in tune with the argument from T.S. Eliot that you can not create something new without using the tradition, even if it returns shattered and fragmentary
Palavras-chave: Chico Buarque de Holanda
Leite derramado
Narrador
Morte
Narrator
Death
CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::LITERATURA COMPARADA
Idioma: por
País: BR
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Literatura
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária
Citação: Santos, Elaine Cristina de Jesus. A narração e a experiência de morte em Leite Derramado, de Chico Buarque. 2010. 90 f. Dissertação (Mestrado em Literatura) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/14654
Data do documento: 8-Out-2010
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Elaine Cristina de Jesus Santos.pdf371,47 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.