???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/14720
Tipo do documento: Dissertação
Título: O nonsense no diálogo palavra e imagem em Alice no País das Maravilhas e Através do Espelho, de Lewis Carroll
Título(s) alternativo(s): Nonsense in word and image dialogue in Lewis Carrol s Alice s Adventures in Wonderland and Through the Looking-Glass
Autor: Simões, Selma 
Primeiro orientador: Palo, Maria José
Resumo: O objetivo desta dissertação é o estudo da figura do nonsense nas obras Alice no País das Maravilhas(1865) e Através do Espelho(1872),de Lewis Carroll,integrada ao diálogo no processo do narrar,cuja finalidade é observar seus efeitos sobre a escritura e reescritura pela via da arte de caracterização da ilustração.Ao ler e analisar essas obras,identificamos que a aproximação das duas formas de narrar/mostrar dessas narrativas do século XIX,pela mediação da lógica do nonsense,fazem uso de certos marcadores no discurso,e estes executam um trabalho de transposição da lógica para a não lógica,tanto na comunicação verbal quanto não verbal.Esta transmutação produz eventos de linguagem,de inversão,esvaziamento e negação semânticos,trazidos pelos leitores e ilustradores dessas narrativas como modos de exercício do trabalho artístico realizado por Lewis Carroll,John Tenniel,ilustradores modernos e contemporâneos,que constituem o nosso corpus textual de análise e interpretação.Para atender a essa mediação da palavra nonsensical e poder reconhecê-la nos modos do exercício da interpretação criativa,propomos três hipóteses,que foram demonstradas e interpretadas sob múltiplos suportes teóricos:a primeira,prevê a correlação e a equivalência entre o enunciado verbal e o visual que se contrapõem no processo de comunicação;a segunda aponta para os marcadores das diferenças(semânticas,perceptivas e artísticas)presentes no enunciado verbal e visual como unidades de réplicas do diálogo;a terceira situa o diálogo palavra e imagem mediado pelo nonsense sem fronteiras temporais,impulsionando as narrativas de Carroll à polissemia de valores e sentido pela via da arte de caracterizar da ilustração como obras de significância infinita
Abstract: The aim of this dissertation is to study nonsense in dialogue incorporated in the narrative process, in Lewis Carroll s masterpieces, Alice s Adventures in Wonderland and Through the Looking-Glass, with the purpose to observe the effects of the lack of coherent meaning in writing and rewriting through the characterization art illustration. In reading those works we verified how two ways of narrating/presenting were brought together by Nineteenth-century through the mediation of the logic of nonsense. Such a connection introduced certain markers in the discourse, and these work out a transposition form the logical to the illogical, in both verbal and non-verbal communication. Such an operation produced events of language, of inversion, and of semantic meaninglessness or emptying of meaning, which were interpreted by the readers- illustrators, as modes of artistic exercise by Lewis Carroll, John Tenniel modern and contemporary illustrators that make up the focus of our texts in the analysis and interpretation. In order to understand mediation of the nonsensical word and recognize it in the modes of creative interpretation exercise, we propose three hypothesis which were expectedly demonstrated and interpreted by resorting the multiple theoretical supports. The first demands the correlation and equivalence between the verbal and visual enunciates counterpoising each other in the communication process. The second indicates the perceptive, semantic and artistic markers of differences present in verbal and visual enunciates as indexing units dialogue replies. The last situates word and image as mediated by nonsense devoid of time-frontiers, pushing Carroll s narratives towards a polysemy of values and senses by means of the art to characterize illustration as works of an infinite significance
Palavras-chave: Nonsense
Jogo lúdico
Lógica e não lógica
Arte de caracterização
Nonsense
Ludic play
Dialogue
Logical and illogical
Characterization art
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::TEORIA LITERARIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Literatura
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária
Citação: Simões, Selma. O nonsense no diálogo palavra e imagem em Alice no País das Maravilhas e Através do Espelho, de Lewis Carroll. 2013. 144 f. Dissertação (Mestrado em Literatura) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/14720
Data de defesa: 29-Apr-2013
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Selma Simoes.pdf2,76 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.