???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/14872
Tipo do documento: Dissertação
Título: O folhetim e o livro: travessias da ficção machadiana de Quincas Borba
Autor: Pilon, Márcia Regina Scarpa 
Primeiro orientador: Palo, Maria José
Resumo: O romance Quincas Borba, de Machado de Assis, possui duas versões publicadas em dois suportes distintos: o jornal, sob a forma de folhetim, e o livro. As duas versões carregam diferenças importantes que revelam o principal ponto observado neste trabalho: a formação do leitor em foco educativo e evolutivo, percebido na comparação entre uma versão e outra do romance. Comparação essa que revelou, também, muito do processo de composição narrativa para Quincas Borba. A investigação problematizou, então, a função do leitor nos dois suportes, observando que as atitudes de leitura variavam e estruturavam-se de forma diferente nas duas publicações. Procuramos investigar, no primeiro capítulo, a leitura em níveis diferentes de percepção, ou seja, as diferenças entre o folhetim e o livro no ato de leitura; enquanto, no segundo capítulo, tratamos de buscar dentro do romance o modelo de leitor suscitado pela narrativa, bem como as diferenças da matéria narrada na travessia folhetim livro; posteriormente, no terceiro capítulo, a questão da autoria e da leitura no contexto ficcional, entendendo que as mudanças sofridas entre uma versão e outra são, em sua maioria, ajustes feitos pelo autor na busca pelo leitor-modelo de sua obra, questão que recebe enorme atenção da crítica contemporânea e que encontra em Machado de Assis terreno fértil para o desenvolvimento dos mais variados estudos sobre o assunto. Para a efetivação deste trabalho, foi necessário transitar em pressupostos teóricos acerca do folhetim, sendo Marlyse Meyer a principal referência. Também foi necessário buscar nas considerações de Umberto Eco o conceito de leitor-modelo, tipo de leitor previsto pelo autor e impresso na escrita do texto. Outros aspectos da obra machadiana puderam ser observados através da leitura de vasta bibliografia sobre o autor e sua produção, entre eles destacamos os estudos de John Gledson, Hélio Seixas Guimarães e Alfredo Bosi
Abstract: The novel Quincas Borba, written by Machado de Assis, has two different versions published in two different distinctive holders: the newspaper, as a serial publication, and the book. Both versions carry important differences that reveal the main subject observed in the present work: the formation of the reader under educative and evolutive focus, acknowledged in a comparison between the two versions. That comparison has also revealed the process of narrative composition of Quincas Borba. The investigation puts in doubt and discusses the role of the reader in the different holders, noticing that the reading attitudes vary and structure themselves in different ways in the two versions. We intended to investigate, in the first chapter, the reading in different levels of perception, or the differences between the serial publication and the book in the act of reading; in the second chapter, we searched in the novel the model of reader roused by the narrative, as much as the differences of the narrated matter in the crossing serial publication book; finally, in the third chapter, the question of the authorship and the reading in the fictional context, comprehending that the changes made between one version and the other are, in their majority, adjustments played by the author in the search of a model-reader of his work this is a question that receives enormous attention by the contemporary critics and that finds in Machado de Assis works a productive investigation to the development of the various studies about the subject. To the effective rendering of this work, it was necessary to approach theoretical hypothesis about serial publications, being Marlyse Meyer the main reference. It was also necessary to search Umberto Eco s considerations about the model-reader, a kind of reader foreseen by the author and printed in the text writing. Other aspects of the work of Machado de Assis were observed through the reading of the vast bibliography about the writer and his production, among which we detach the studies of John Gledson, Hélio Seixas Guimarães and Alfredo Bosi
Palavras-chave: Livro
Leitor-modelo
Serial publication
Book
Model reader
Assis, Machado de -- 1839-1908 -- Quincas Borba
Folhetins
Leitores
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::LITERATURA COMPARADA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Literatura
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária
Citação: Pilon, Márcia Regina Scarpa. O folhetim e o livro: travessias da ficção machadiana de Quincas Borba. 2008. 92 f. Dissertação (Mestrado em Literatura) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/14872
Data de defesa: 6-Oct-2008
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Marcia Regina Scarpa Pilon.pdf553,62 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.