???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/14950
Tipo do documento: Dissertação
Título: Da modernidade à pós-modernidade: um estudo sobre a adolescência entre as gerações
Autor: Felamingo, Débora 
Primeiro orientador: Cerveny, Ceneide Maria de Oliveira
Resumo: O presente trabalho objetivou observar as mudanças ocorridas na vivência da adolescência dentro da Família Adolescente, entre as gerações, no período de transição da Modernidade à Pós-Modernidade, mediante a identificação das semelhanças e diferenças em ser adolescente tanto para pais, quanto para filhos. A pesquisa, de cunho qualitativo, foi realizada na cidade de Sorocaba (São Paulo). O instrumento utilizado para a coleta de dados foi o Grupo de Pais e o Grupo de Adolescentes , os quais foram desenvolvidos com perguntas abertas aos participantes. Pais e filhos participaram dos encontros separadamente, para que se pudessem obter semelhanças e diferenças entre adultos e adolescentes sobre a temática em questão. As bases teóricas utilizadas foram a Teoria Sistêmica (de acordo com Vasconcellos, 2002) e a Teoria do Ciclo Vital Familiar (segundo Cerveny 1997 e 2002, e Carter e McGoldrick, 2001). Por meio da análise do conteúdo das reflexões dos grupos, destacaram-se categorias e subcategorias para análise, organizando o tema e a articulação teórica. Pais e filhos participantes trouxeram significados diferentes para a adolescência, caracterizando assim as mudanças na vivência da adolescência dentro da Família Adolescente, entre as gerações. Os participantes apontaram diversos pontos, destacando-se a adolescência como tempo de trabalho e estudo , tempo de responsabilidades e tempo de aproveitar , além de aspectos contextuais, como: álcool/ drogas/ cigarro; violência/ segurança; consumo e poder aquisitivo; influências da mídia e informatização; transmissão de valores; independência/ autonomia/ diferenciação e relacionamento entre pais e filhos. As mudanças verificadas na vivência da adolescência parecem acontecer em aspectos ligados principalmente aos valores, influenciados pelo sentido de uma sociedade muitas vezes individualista, deixando de lado a importância da família. Em contrapartida, as famílias entrevistadas demonstraram que apesar das diferenças entre pais e filhos e das dificuldades de âmbito contextual que envolvem a vivência desta fase na atualidade, ser Família Adolescente pode ser uma experiência de afeto, proximidade, diálogo e transformação
Abstract: This study aimed to observe changes in the experience of adolescence in the Teen Family, between generations, the transition from modernity to postmodernity by identifying the similarities and differences being a teenager for both parents and for children. The survey, a qualitative, was held in Sorocaba city (São Paulo). The instrument used for data collection was the "Parent Group" and "Teenagers Group", which were developed with open-ended questions to participants. Parents and children took part in separate meetings so that they could obtain similarities and differences between adults and teenagers on the topic in question. The theoretical bases used were Systems Theory (according to Vasconcellos, 2002) and the Family Life Cycle Theory (by Cerveny 1997 and 2002 and Carter and McGoldrick, 2001). Through the analysis of the groups reflections, categories and subcategories for analysis stood out, organizing the topic and the theoretical link. Parents and children participants brought different meanings to adolescence, characterizing the changes in the experience of adolescence in the Teen Family, between generations. The participants pointed out several points, emphasizing adolescence as "time to work and study," time of responsabilities "and" time to enjoy "as well as contextual aspects such as: alcohol / drugs / smoking, violence and security; consumption and purchasing power, media influences and computerization; transmission of values, independence / autonomy / differentiation and relationship between parents and children. The changes in the experience of adolescence seem to be mainly on aspects related to values, influenced by the sense of a society often individualistic, ignoring the importance of being a family. By contrast, the families interviewed have shown that in despite of differences between parents and children and contextual difficulties involving the experience of this phase at present, be a Teen Family can be an experience of affection, proximity, dialogue and transformation
Palavras-chave: Adolescência
Ciclo vital familiar
Fase adolescente
Pós-modernidade
Adolescence
Family life cycle
Teen stage
Post-modernity
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica
Citação: Felamingo, Débora. Da modernidade à pós-modernidade: um estudo sobre a adolescência entre as gerações. 2010. 202 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/14950
Data de defesa: 4-Oct-2010
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Debora Felamingo.pdf2,2 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.