???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15002
Tipo do documento: Dissertação
Título: Estudo exploratório dos sentimentos de crianças em período pós-cirúrgico em unidade de terapia intensiva pediátrica
Autor: Carollo, Caroline Neves Garib 
Primeiro orientador: Bassani, Marlise Aparecida
Resumo: O presente trabalho teve como objetivo compreender a complexidade da vivência da criança em situação de vulnerabilidade em ambiente de Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica (UTIP), devido a intercorrências do procedimento cirúrgico, identificando sentimentos expressados por elas. A criança pode viver a situação de doença, intervenção cirúrgica e hospitalização na UTIP com uma intensidade emocional significativa devido à frágil distinção entre o mundo externo. Desta forma, Chiattone e Sebastiani (2005) indicam que as reações psicológicas mais comuns incluem a intensificação do comportamento de apego, regressão, sentimentos de desamparo, fantasias de temor e ansiedade, além de agravamento de sintomas psicológicos pré-mórbidos e/ou diversos sintomas psicobiológicos. A UTI é um ambiente permeado pela questão da sobrevivência em função das urgências dos procedimentos invasivos e dolorosos, na tensão constante, na convivência com os aparatos intra e extracorpóreos. Este trabalho é um estudo descritivo, observacional e exploratório, que busca entender e interpretar os fenômenos em termos dos significados que as pessoas lhe atribuem, portanto optou-se por uma pesquisa qualitativa. A opção pelo estudo de caso, teve como referência Cozby (2003), que concebe a possibilidade de descrever a realidade particular de cada indivíduo, objetivando informar e ilustrar um raciocínio clínico por meio da descrição de pessoas em situações específicas, possibilitando o estabelecimento de relação teórico prática acerca de cada problemática. Foram investigados 02 sujeitos, 01 do sexo masculino de 10 anos e 01 do sexo feminino de 7 anos, selecionados a partir dos seguintes critérios: estar internada em UTIP devido a intercorrências nos processos cirúrgicos; ser alfabetizada; não estar entubada e/ou sedada; não apresentar comprometimento neurológico e apresentar condições clínicas e psicológicas para se comunicar e desenhar. A pesquisa foi realizada na UTIP de um hospital privado do município de São Paulo. Na coleta de dados foram utilizados dois instrumentos aplicados concomitantemente, sendo eles Desenho-Estória e entrevista estruturada sobre questões referentes ao bem estar e o processo de internação na UTIP. Além destes instrumentos foi necessário a consulta dos prontuários médicos. Para a análise de dados foram utilizados os conceitos da teoria psicanalítica proposta por Trinca (1987), para análise dos desenhos e o procedimento de categorização temática dos relatos verbais propostos por Aberastury (1986), aliada a prática da pesquisadora. Os resultados encontrados e analisados permitiram a compreensão desta vivência sobre um olhar infantil. Neste estudo, O Desenho-Estória associado a entrevista semi- estruturada usados como instrumentos intermediários de comunicação, ofereceram oportunidades de trazer à tona sentimentos que de outro modo poderiam permanecer inacessíveis seja, em muitos casos, suficientemente confiável como estratégia de avaliação junto as crianças internadas na UTIP
Abstract: This study has the aim to understand the complexity of the experience of children in vulnerable situations in an environment of Pediatric Intensive Care Unit (PICU) due to complications of surgery, identifying feelings expressed by them. The child can live the event of illness, surgery and hospitalization in the PICU with a significant emotional intensity due to the fragile distinction between the external world. Thus, Chiattone and Sebastiani (2005) indicate that the most common psychological reactions include intensification of attachment behavior, regression, feeling of helplessness, anxiety and fear fantasies, beyond aggravation of pre-morbid psychological symptoms and / or many psychobiological symptoms. The ICU is an environment permeated by the issue of survival depending on the urgency of the invasive and painful procedures, constant tension, in living with the intra-and extracorporeal devices. This study is descriptive, observational and exploratory, in order to understand and interpret phenomena in terms of meanings that people attribute to them, so a qualitative research was chosen. The choice of case study was a reference to Cozby (2003), which considers the possibility of describing the particular reality of each individual, aiming to inform and illustrate a clinical reasoning through the description of people in specific situations, enabling the establishment of the relation theory - practice on each problematic. Two children were investigated, a 10-year-old male and a 7-year-old female, selected from the following criteria: to be admitted to ICU due to complications in surgical procedures; to be literate; not to be intubated and / or sedated; do not present neurological and to present medical and psychological conditions to communicate and draw. The survey was conducted at PICU of a private hospital in São Paulo. In the data collection instruments were applied together, the drawing-Story and the structured interview on issues relating to welfare and the process of admission to the PICU. Besides these instruments it was necessary to consult the medical records. The concepts of psychoanalytic theory proposed by Trinca (1987) were used for data analysis, and for the analysis of drawings and thematic categorization of the procedure by verbal reports proposed by Aberastury (1986), associated with the practical part of the researcher. The analyzed results allowed the understanding of this experience on a childish look. In this work, the Drawing-Story associated with semi-structured interview used as intermediate communication instruments, offered opportunities to bring out feelings that might otherwise remain inaccessible, in many cases, sufficiently reliable as an evaluation strategy with the children admitted in the PICU
Palavras-chave: Cirurgia infantil
UTIP
Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica
Psicologia hospitalar
Psicologia ambiental
Sentimentos
Child surgery
PICU
Pediatric Intensive Care Unit
Hospital psychology
Environmental psychology
Feelings
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica
Citação: Carollo, Caroline Neves Garib. Estudo exploratório dos sentimentos de crianças em período pós-cirúrgico em unidade de terapia intensiva pediátrica. 2011. 91 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15002
Data de defesa: 11-May-2011
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Caroline Neves Garib Carollo.pdf1,02 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.