???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15004
Tipo do documento: Dissertação
Título: Filhos da globalização: a vivência dos filhos de pais expatriados
Autor: Veneziano, Polyana de Souza
Primeiro orientador: Souza, Rosane Mantilla de
Resumo: A expatriação é uma experiência profunda e que mobiliza uma série de transformações na vida dos indivíduos, é um período de ganhos e perdas, de prazeres e de desprazeres. O objetivo deste trabalho foi compreender a vivência dos filhos que acompanharam os pais em designações internacionais, a fim de identificar aspectos considerados por eles como positivos e negativos e os impactos em sua vida atual. Para tal, foram utilizadas as histórias de vida de quatro jovens adultos que viveram essa experiência durante sua infância ou adolescência, ou seja, trata-se das lembranças retrospectivas desta fase. Com este estudo foi possível compreender que as crianças conseguem enfrentar essas transições sem sofrerem tantos impactos em seu desenvolvimento. Já os adolescentes podem enfrentar mais dificuldades, uma vez que vivenciam uma transição própria de sua fase no ciclo vital e, ainda, precisam lidar com outra onda de transformações gerada pela expatriação. Concluímos que a família, a escola e os novos vínculos construídos no país hospedeiro foram fatores determinantes para o sucesso ou fracasso do processo aculturativo. De modo geral essa experiência foi satisfatória e geraram benefícios na vida atual destes indivíduos. Os resultados obtidos poderão fundamentar programas de orientação e preparação familiar
Abstract: The expatriation is a deep experience that mobilizes a huge amount of changes in the lives of individuals, it is a period of gains and losses, pleasure and displeasure. The main target of this job was to understand the experience of children that followed their parents in international assignments, in order to identify aspects considered by them as positive and negative and the impacts in their lives today. For this purpose, it was used life history of four young adults who lived through this experience during their childhood or adolescence, that means, retrospective memories of this stage. This study reveals that children can cope with this transition without suffering many impacts on their development. On the other hand, teenagers may face more difficulties, once they experience a transition of their own stage in the life cycle and also have to deal with another wave of transformations generated by expatriation . We conclude that the family, school and new bonds built in the host country were determining factors for success or failure of the acculturation process. In general, all these experiences were satisfactory and generated benefits for the current life of these individuals. The results may support mentoring programs and family preparedness
Palavras-chave: Expatriação
Família
Desenvolvimento infantil
Expatriation
Family
Child development
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica
Citação: Veneziano, Polyana de Souza. Filhos da globalização: a vivência dos filhos de pais expatriados. 2011. 108 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15004
Data de defesa: 13-May-2011
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Polyana de Souza Veneziano.pdf1,45 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.