???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15023
Tipo do documento: Dissertação
Título: As relações objetais na teoria de D. W. Winnicott
Autor: Bichuetti, Luciana Pontes 
Primeiro orientador: Loparic, Zeljko
Resumo: O objetivo deste trabalho foi apresentar a concepção winnicottiana sobre as relações objetais e a evolução dessas relações durante a vida de um indivíduo, durante o amadurecimento saudável. Inicialmente foram apresentadas as idéias centrais de Freud, Klein, Fairbairn, e Winnicott acerca do tema, mostrando-se as principais diferenças entre as idéias desses autores. Posteriormente, partindo da teoria do amadurecimento, descreveu-se a evolução das relações objetais ao longo da vida de um indivíduo, destacando-se o papel do ambiente em cada estágio, pois o conceito de relações objetais encontra-se intimamente ligada ao conceito de ambiente na teoria winnicottiana. Para o autor, o processo maturacional impulsiona o bebê a se integrar e a se relacionar com os objetos, mas isso só vai ocorrer efetivamente se ele puder contar com uma mãe que lhe apresente o mundo de modo satisfatório. Essas relações se iniciam a partir da primeira mamada teórica, e vão se desenvolvendo desde a identificação primária com a mãe, até o momento em que o indivíduo separado, começa a se relacionar com ambientes cada vez mais amplos: a família, a escola, a sociedade. Por fim, é abarcado o tema da morte, que na teoria winnicottiana representa a volta ao estado de não-relacional
Abstract: The purpose of this work was to present the Winnicott's concept of the object relationship and the evolution of these relations during a healthy maturation. Initially the central ideas about subject relation were presented by Freud, Klein, Fairbaim and Winnicott, showing the main difference between the ideas of these authors. Later on initiating from the theory of maturation , it was described the evolution of the object relationship along the life of a person, showing the role of the atmosphere in each stage because the concept of the object relationship is intimate linked to the atmosphere concept according to the Winnicott's theory. For the author, the maturation process impels the baby to integrate and to relate with the objects, but this only effectively occurs if the baby can count on a mother who introduces the world to him in a satisfactory way. These relations begin from the first theoretic breast feeding and it develops from the primary identification with the mother until the moment when the separate person starts to relate with more and more ample atmosphere like the family , the school, the society. Finally, it is approached to death subject which in Winnicott's theory represents the return to the not state
Palavras-chave: Relações objetais
Amadurecimento
Ambiente
Object relationship
Maturation
Atmosphere
Winnicott
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica
Citação: Bichuetti, Luciana Pontes. As relações objetais na teoria de D. W. Winnicott. 2011. 133 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15023
Data de defesa: 10-Jun-2011
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Luciana Pontes Bichuetti.pdf714,3 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.