???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15033
Tipo do documento: Tese
Título: Transtorno de estresse pós-traumático: um estudo fenomenológico-existencial da violência urbana
Título(s) alternativo(s): Post-traumatic stress disorder: an existentialphenomenological study of urban violence
Autor: Cardinalli, Ida Elizabeth 
Primeiro orientador: Bassani, Marlise Aparecida
Resumo: A violência urbana é uma problemática complexa e preocupante na atualidade, tanto que os organismos internacionais e nacionais têm solicitado estudos da suas diversas facetas. O desenvolvimento da presente pesquisa focalizou o impacto da violência urbana na saúde e adoecimento em suas vítimas, pautado pela questão norteadora: explicitar e esclarecer o sentido e os significados da experiência de quem sofreu violência urbana como assalto e/ou sequestros relâmpago ou de curta duração. A metodologia foi baseada no pensamento fenomenológico-existencial, em particular, de Martin Heidegger, que entende o existir humano como ser-aí e ser-nomundo, buscando compreender a experiência da vítima de violência urbana em sua totalidade. Os métodos utilizados foram entrevistas de três participantes e a psicoterapia focal de um deles, com 23 sessões de 50 minutos cada uma. Os participantes foram dois homens e uma mulher, todos casados, entre 48 a 53 anos. A análise dos resultados foi organizada em dois eixos: temáticos e temporais. Os resultados sugerem que as vítimas de assalto e sequestros relâmpago ou de curta duração mostram sofrimento significativo, quando a experiência de violência permanece aprisionada no sentido de risco, ameaça e perigo. O impacto da violência pode abalar, ainda, a compreensão de si mesmo, do outro e do mundo com a aproximação abrupta das dimensões de imprevisibilidade, precariedade e vulnerabilidade abertas pela situação de violência. A discussão dos resultados é ampliada para possíveis aplicações no Serviço Público de Saúde. São indicados também temas para futuras pesquisas que articulem a Psicologia Clínica e a violência urbana. (Apoio CEPE/PUC-SP)
Abstract: Urban violence is currently a complex and worrying issue so much so that national and international organizations have been calling for studies in its various aspects. This research was developed with a focus on the impact of urban violence on the health and illness of its victims, based on an overriding concern: explaining and clarifying the meaning and significance of the experience of those who suffered urban violence, such as hold-up and/or express kidnapping. The methodology was based on the existential-phenomenological thinking, in particular Martin Heidegger s, who understands human existence as being-there and being-in-the-world, seeking to understand the experience of victims of urban violence in its entirety. The methods used included interviews with three participants and focal psychotherapy with one with 23 sessions of 50 minutes each. The participants were two men and one woman, all married, and aged between 48 to 53 years. The analysis of the results was organized along two axes: thematic and temporal. The results suggest that the victims of hold-up or express kidnapping show significant distress, when the experience of violence remains trapped in the sense of risk, threat and danger. The impact of violence can also affect the understanding of oneself, of others and the world with the sudden approach of the dimensions of unpredictability, precariousness and vulnerability resulting from a situation of violence. The discussion of the results is extended to possible applications in the Public Health Service. Topics for future research that articulate Clinical Psychology and urban violence are also listed. (Supported by CEPE/PUC-SP)
Palavras-chave: Violência urbana
Assalto
Sequestro de curta duração
TEPT
Fenomenologia-existencial
Urban violence
Hold-up
Express kidnapping
PTSD
Existential phenomenology
Martin Heidegger
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica
Citação: Cardinalli, Ida Elizabeth. Post-traumatic stress disorder: an existentialphenomenological study of urban violence. 2011. 145 f. Tese (Doutorado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15033
Data de defesa: 6-Jul-2011
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ida Elizabeth Cardinalli.pdf501,95 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.