Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15247
Tipo do documento: Dissertação
Título: Alcoolismo e depressão: subsídio para o diagnóstico de depressão em alcoolistas
Autor: Kobayashi, Ronaldo Jum
Primeiro orientador: Macedo, Rosa Maria Stefanini de
Resumo: O presente estudo teve por objetivo demonstrar a presença de depressão em alcoolistas, tanto internados como os ambulatório, através da aplicação do Teste de Hamilton para de depressão, e cujos resultados foram posteriormente reagrupados em quatro fatores, a saber: Fator 1: Depressão Inibida Fator 2: Depressão Agitada Fator 3: Reação Ansiosa Fator 4: Alterações Somáticas. Para isto, foram testados quatro grupos: GRUPO I: formado por alcoolistas internados em um Hospital Psiquiátrico de são Paulo, constando de 50 sujeitos, sendo 40. homens e 10 mulheres, com a idade média de 38,5 anos'. GRUPO II: constituído por alcoolistas em tratamento ambulatorial, constando de 48 sujeitos, sendo 44 do sexo masculino e 4 do sexo feminino, com a idade média de 43,5 anos. GRUPO III: formado por pacientes clínicos internados, não alcoolistas, constando de 43 sujeitos, sendo 38 do sexo masculino e 5 do sexo feminino, com a idade média de 43 anos. Este grupo controlou o fator internação. GRUPO IV: grupo controle, constando de 40 sujeitos sendo 36 do sexo masculino e 4 do sexo feminino, com a idade média de 28,5 anos. Este grupo deu o perfil de resposta de Um grupo não alcoolista contra o qual os grupos I e II foram comparados. Os dados obtidos indicaram que os alcoolistas, tanto internados corno os de ambulatório, se apresentaram muito mais cem prometidos, principalmente, quanto ao estado depressivo, quando comparados ao grupo controle. Por outro lado, quanto ao fator internação, verificou-se não concorrer para a presença de depressão em alcoolistas. Além desses resultados, e devido ao reagrupamento do Teste de Hamilton nos quatro fatores, acima mencionados, observou-se também que os alcoolistas em geral apresentaram traços patológicos como ansiedade e alterações somáticas mais acentuados que o grupo controle, sendo que os últimos em menor grau. Enfim, o estudo mostrou que, principalmente, depressão e ansiedade, se apresentaram muito mais acentuadamente em Alcoolistas (internados e de ambulatório), e que de certa forma tais alterações permaneciam mesmo em face dos vários estágios que os alcoolistas se encontravam
Palavras-chave: Alcoolismo
Depressão
Alcoolismo -- Psicologia
Depressao
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica
Citação: Kobayashi, Ronaldo Jum. Alcoolismo e depressão: subsídio para o diagnóstico de depressão em alcoolistas. 1984. 182 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 1984.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15247
Data de defesa: 30-Out-1984
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Ronaldo Jum Kabayashi.pdf1,49 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.