???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15258
Tipo do documento: Tese
Título: Demências: sob o domínio das lembranças
Autor: Zeppellini Junior, José Carlos 
Primeiro orientador: Berlinck, Manoel Tosta
Resumo: A presente tese de doutorado constituiu-se com base na experiência clínica e representa um aprofundamento da pesquisa desenvolvida e apresentada na dissertação de mestrado Demências: identidades que adoecem. Considerações sobre os aspectos psicopatológicos do envelhecimento defendida no Laboratório de Psicopatologia Fundamental, do Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica da PUC-SP em 2008. O foco de investigação deste trabalho converge especificamente para as peculiaridades do funcionamento psíquico que afetam diretamente o sistema mnêmico de pacientes idosos acometidos por processos demenciais. O ponto de vista aqui defendido é o de que os processos demenciais senis são manifestações que ocorrem em virtude de uma impossibilidade de esquecer, apresentando-se como o resultado de um aprisionamento no registro das lembranças. Essa perspectiva não exclui a possibilidade de que processos demenciais concebidos como primários tenham outras formas de expressão e/ou genealogias distintas. Revela, entretanto, ser de fundamental importância prestar atenção aos aspectos subjetivos expressos por meio da sintomatologia demencial. Aponta para a importância de que essas singularidades sejam levadas em conta nos tratamentos e revela aspectos importantes do aparelho psíquico no que tange às funções mnêmicas e sua relação com o pathos que se evidencia no trabalho de envelhescência. O sofrimento, as paixões e os excessos inerentes ao envelhecimento remetem-nos ao conflitivo encontro entre a temporalidade do corpo com a atemporalidade do inconsciente e, também, do ideal do ego. Esse encontro pode estimular formações de compromissos específicas que serão postas em atividade nos processos demenciais senis. Esses irão caracterizar-se por uma recusa do tempo presente e pela rendição do ego diante da imponência das lembranças, resgatadas e fortalecidas pelo crescente poder exercido pelo superego
Abstract: The present doctoral thesis is based on clinical experience and represents a deeper study of the research developed and presented in the master s dissertation Dementia: identities that sicken. Considerations about the psychopathologic aspects of the aging process defended in the Laboratory of Fundamental Psychopathology (Laboratório de Psicopatologia Fundamental), in the Program of Post-Graduation studies in Clinical Psychology at PUC-SP in 2008. The investigation of this work specifically focuses on the peculiarities of the psychic function that directly affects the mnemonic system of elder patients suffering from dementia processes. The point of view hereby defended is that the senile dementia processes are manifestations that are caused by the impossibility of forgetting, resulting in an imprisonment of the memory register. This perspective does not exclude the possibility that other dementia processes, classified as primary, have other forms of expressions and/or distinct genealogies. Nevertheless, it reveals that it is fundamentally important to consider the subjective aspects expressed by the dementia symptomatology. It points out the importance of taking these singularities into consideration in the treatments and demonstrates important aspects of the psychic apparatus concerning the mnemonic functions and the relation with pathos that becomes evident in the psychical working over related to aging (envelhescência). The distress, passion and excess inherent in the aging process send them to the conflicting encounter between the temporality of the body and non-temporality of the unconscious and also, of the ideal of the ego. This encounter may give stimulus to the formation of specific symptoms that will be activated in the senile dementia processes. They will be characterized by the refusal of the present time and the surrender of the ego to the magnificence of the memories from the past, recovered and strengthened by the increasing power of the superego
Palavras-chave: Psicopatologia fundamental
Processos demenciais senis
Memória
Lembranças
Esquecimentos
Fundamental psychopatology
Senile dementia processes
Memory
Remembrances
Forgetful
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica
Citação: Zeppellini Junior, José Carlos. Demências: sob o domínio das lembranças. 2013. 211 f. Tese (Doutorado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15258
Data de defesa: 6-May-2013
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Jose Carlos Zeppellini Junior.pdf1,19 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.