???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15275
Tipo do documento: Dissertação
Título: A clínica da arte, dos afetos e dos efeitos
Autor: Oliveira, Maria Helena Carvalho de 
Primeiro orientador: Pelbart, Peter Pál
Resumo: Esta pesquisa busca compreender como a arte contribui para o alargamento do campo dos afetos que atravessam a relação do fazer clínico na psicologia. Em análise, por meio do acompanhamento de processos, inclusive os da própria autora com os seus afetos, experiências e encontros, situações disparadoras que discutem o estado de arte; a obra de Frida Kahlo como via de passagem na relação vida-arte, e algumas cenas, fragmentos e sínteses, que se articulam na questão central da pesquisa: vida, arte, afetos e clínica, organizada com o auxílio principal da filosofia de Deleuze, que me ajudou a pensar mais fortemente num espaço terapêutico aberto, num caminho de desvio que transborda o consultório e a sala de aula. Na minha prática cotidiana dos fazeres da psicologia atravessados pela arte, entendo a vida como um mapa intensivo composto por passagens, possibilidades e paisagens onde, com a força da sensibilidade, cada um produz a sua própria obra de arte, que não é necessariamente um objeto, mas sim a própria vida, um espaço de trânsito rumo a algum tipo de transformação emancipatória, autônoma, crítica e criativa
Abstract: This research intends to understand how art contributes to a widening of the field of affects which interfere with clinical activity in Psychology. In analysis, through the follow-up of processes, including those belonging to the author with her own affects, experiences and encounters, trigger situations which discuss the state of the art; the work of Frida Kahlo as a passage way in the relationship life-art, and some scenes, fragments and syntheses, which articulate themselves in the central question of the research: life, art, affects and clinical activity, organized with the fundamental support of the philosophy of Deleuze, which helped me thinking more strongly about an open therapeutic space, in some deviant way which overflows the consulting room and the classroom. In my daily practice of the art-informed making of psychology, I understand life as an intensive map composed by passages, possibilities and landscapes where, with the strength of sensitivity, each person produces their own artwork, which is not necessarily an object, but instead their own lives, a transitional space towards some kind of emancipatory transformation, autonomous, critical and creative
Palavras-chave: Vida
Arte
Clínica dos afetos
Experiência
Oficinas terapêuticas
Life
Art
Clinic of affects
Experience
Therapeutic workshops
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica
Citação: Oliveira, Maria Helena Carvalho de. A clínica da arte, dos afetos e dos efeitos. 2013. 101 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15275
Data de defesa: 17-May-2013
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Maria Helena Carvalho de Oliveira.pdf7,23 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.