???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15311
Tipo do documento: Tese
Título: Maternidade prematura: repercussões emocionais da prematuridade na vivência da maternidade
Título(s) alternativo(s): Premature motherhood: emotional repercussions of prematurity on the experience of motherhood
Autor: Tinoco, Valéria 
Primeiro orientador: Franco, Maria Helena Pereira
Resumo: Este estudo teve como objetivo conhecer experiências vividas por mães de bebês prematuros e entender as repercussões da prematuridade na maternidade e na construção do vínculo entre mãe e filho. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, baseada na análise de conteúdo de questionários respondidos por 28 mães, cujos bebês estiveram internados em Unidade de Cuidados Intensivos. A Teoria do Apego foi utilizada como fundamentação teórica. Duas representações a respeito do exercício da maternidade foram destacadas e relacionadas aos comportamentos de cuidado. A representação da maternidade potente foi caracterizada pela percepção materna da eficiência do sistema cuidador. Esta representação revela a existência de mecanismos de enfrentamento saudável, o que repercute positivamente no vínculo mãe-bebê. A representação da maternidade impotente apontou para a dificuldade de integração da experiência da prematuridade : à : maternidade, interferindo nos comportamentos de cuidado com o filho. Cohcluiu-se que o enfrentamento da crise gerada pela prematuridade implica em um trabalho psíquico de elaboração da experiência, que pode permanecer em estado ativo durante muito tempo. A experiência da prematuridade não elaborada pode colocar em risco o , funcionamento saudável do sistema de cuidado e de apego. A capacidade individual , t de significar e elaborar as experiências foi ressaltada. Foi possível observar que as participantes ampliaram e modificaram positivamente os modelos operativos internos a respeito do cuidar e do enfrentamento de adversidades. As intervenções dos profissionais de saúde com esta população devem focalizar os mecanismos de enfrentamento, o processo de elaboração e os fatores facilitadores e dificultadores da experiência da maternidade prematura
Abstract: This study aimed to assess the experience of mothers of premature infants and understand the repercussions of prematurity on both the motherhood experience and the formation of the mother-child bond. A qualitative research was carried out based on the content analysis of questionnaires completed by 28 mothers whose babies were admitted to Intensive Care Unit. The Attachment Theory was used as theoretical foundation. Two types of motherhood representations were pointed out and associated with caregiving behaviors. The potent motherhood representation wa characterized by the mother's perception of the efficiency of the caregiving system. This representation reveals the existence of healthy coping strategies, which reflects positively on the mother-child bond. The impotent motherhood representation indicates the difficulty of integrating the experience of prematurity with motherhood, which interferes in the caregiving behavior. The conclusion was thq c6ping with the crisis caused by prematurity requires a psychological internal change, so ttiat the experience, which can remain in an active state for a long time, is elaborated. If non¬elaborated, the experience of prematurity may affect the healthy functioning of both the caregiving and attachment systems. The individual ability t? find mea!1ing and . I elaborate experiences was emphasized. It was observed that the participants had their internal working models of caregiving and coping with adversities expanded and enhanced. Interventions by health prof ssionals in this population should focus on the coping and elaboration processes, as well as on the risk and protective factors of the premature motherhood experience
Palavras-chave: Prematuridade
Maternidade
Sistema cuidador
Enfrentamento
Prematurity
Motherhood
Caregiving system
Coping
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica
Citação: Tinoco, Valéria. Premature motherhood: emotional repercussions of prematurity on the experience of motherhood. 2013. 156 f. Tese (Doutorado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15311
Data de defesa: 6-Nov-2013
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Valeria Tinoco.pdf581,51 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.