???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15344
Tipo do documento: Dissertação
Título: O significado da riqueza para a primeira e para a segunda geração de empresas familiares: um enfoque junguiano com aportes da teoria sistêmica
Título(s) alternativo(s): The meaning of wealth for the first and for the second generation family business: a Jungian approach with contributions of the systemic theory
Autor: Aragão, Maria Lyana Frota 
Primeiro orientador: Wahba, Liliana Liviano
Resumo: Esta pesquisa busca compreender o sentido atribuído subjetivamente à riqueza material em duas gerações de pais e filhos na empresa familiar e investigar o valor atribuído à construção e ao usufruto dessa riqueza, compreendendo a transmissão de atitudes em relação ao patrimônio bem como a forma como as diferentes gerações lidam com o dinheiro. Foram entrevistados vinte membros de empresas familiares, sendo dez da primeira geração e dez da segunda, por meio de uma entrevista semiestruturada. Foi observado que ambas as gerações convergem quanto à ascensão do patrimônio como decorrência de anos da visão pioneira e da força de trabalho dos fundadores; concordam que essa riqueza deve ser utilizada de forma prudente. Para ambas gerações há necessidade de constante investimentos na própria empresa de forma que este recurso financeiro se estenda e há o desejo de que a qualidade de vida, o conforto e a educação permaneçam. A necessidade de profissionalização é mais um ponto em comum entre as gerações. O significado da riqueza para cada uma das gerações diferem em alguns pontos: os fundadores tendem a usufruir do patrimônio de forma mais comedida almejando bem-estar e conforto, e os herdeiros expressam vontades e expectativas audaciosas, como possuir alguns bens, buscar o desenvolvimento pessoal e profissional e possuir outros negócios de forma a não depender do negócio da família. Evidenciou-se transmissão de atitudes, como o comportamento de limitar o acesso à riqueza de uma geração para outra, reforçando o valor da conquista de bens por méritos próprios. Nota-se que os fundadores têm expectativas de que os filhos assumam os negócios, mas, ao mesmo tempo, demonstram receio da perda de poder que esse movimento pode ocasionar. Cobranças e mandatos permeiam alguns discursos, por meio dos quais se pode inferir a existência de complexos familiares e conflitos de poder nas relações. Os pais identificam-se com a figura de orientador, enquanto os filhos sentem o dever de dar continuidade ao negócio e de garantir sua expansão, sendo leais às expectativas familiares; porém, ao mesmo tempo, expressam o desejo de não se ficar preso aos mandatos familiares, buscando-se um espaço de autonomia e de independência, no negócio da família ou fora dele
Abstract: This research seeks to understand the meaning assigned subjectively to the material wealth in two generations of parents and children in the family business and to investigate the value assigned to construction and enjoyment of this wealth, including the transmission of attitudes towards heritage and how different generation deal with money. Twenty family business members, ten members of the first generation and ten members of the second generation, were interviewed using a semi-structured interview. It was observed that both generations converge as the rise of heritage as a result of years of pioneering vision and the workforce of the founders; agree that this wealth should be used prudently. For both generations there is need for constant investment in the enterprise so that this financial resource extends and there is the hope that the quality of life, comfort and education remain. The need for professionalization is another commonality between generations. The meaning of wealth for each of the generations differ in some points: the founders tend to use the assets more sparingly targeting wellness and comfort, and the heirs express wishes and audacious expectations, as have some assets, seek personal and professional development and wish to own other trades so as not to depend on the family business. It became apparent the transmission of attitudes, such as the behavior of limiting access to wealth from one generation to another, reinforcing the value of the conquest of goods for own merits. We notice that the founders have expectations that their children take the business but, at the same time, demonstrate fear of loss of power that can lead this movement. Charges and mandates permeate some discourses through which one can infer the existence of paternal and complex power struggles in relationships. Parents identify with the figure of guiding, while the children feel the duty to continue the business and guarantee its expansion, being loyal to family expectations; however, at the same time, there is the desire not to get stuck to family mandates, seeking a space of autonomy and independence, in the family business or outside of it
Palavras-chave: Empresa familiar
Riqueza
Patrimônio
transmissão de atitudes
Complexos familiares
Lealdades invisíveis
Family business
Wealth
Heritage
Transmission of attitudes
Family complexes
Invisible loyalties
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica
Citação: Aragão, Maria Lyana Frota. The meaning of wealth for the first and for the second generation family business: a Jungian approach with contributions of the systemic theory. 2014. 147 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15344
Data de defesa: 25-Apr-2014
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Maria Lyana Frota Aragao.pdf1,38 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.