???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15364
Tipo do documento: Tese
Título: Resiliência na terapia familiar: construindo, compartilhando e ressignificando experiências
Autor: Souza, Marilza Terezinha Soares de
Primeiro orientador: Cerveny, Ceneide Maria de Oliveira
Resumo: Esta pesquisa tem por objetivo analisar e compreender as transformações que ocorrem na Terapia Familiar com Abordagem na Resiliência, incluindo seu conteúdo e processo. Esse modelo de terapia familiar baseia-se na avaliação e fortalecimento dos Processos Chave da Resiliência Familiar que abrangem os Padrões Organizacionais, Processos Comunicacionais e Sistemas de Crenças da família. Os participantes são quatro famílias, escolhidas aleatoriamente, que são atendidas durante dez sessões psicoterápicas. Durante a primeira e a décima sessão é aplicada a escala "Processos Chave na Resiliência Familiar" Auto Registro. São utilizados também o Genograma Familiar e a Linha de Tempo Familiar. As sessões são gravadas, filmadas e transcritas literalmente. A análise dos dados é realizada com base na Grounded Theory Methodology, em categorias apriorísticas construídas a partir dos Processos Chave na Resiliência Familiar e nos Princípios Básicos para Fortalecimento da Resiliência Relacional. Os resultados apresentam as mudanças ocorridas com as famílias durante o processo psicoterápico e, ao final das dez sessões, as etapas evolutivas do processo psicoterápico e os recursos que as famílias utilizam para enfrentamento dos desafios cotidianos. O estudo conclui que a auto-avaliação das famílias com relação aos Processos Chave variam de acordo com a situação de estresse enfrentada. Os Padrões Organizacionais, Processos Comunicacionais e Sistema de Crenças da família são influenciados diretamente pelas diferenças culturais. São apresentadas sugestões para ampliação das tabelas Processos Chave na Resiliência Familiar e dos Princípios Básicos para a Resiliência Relacional, com inclusão das variações encontradas. O fenômeno central que envolve as transformações no processo psicoterápico é descrito como "Construindo, Compartilhando e Ressignificando Experiências".
Abstract: This paper aims to analyze and to comprehend transformations through Resilience Family Therapy Approach, including its content and process. This Family Therapy model is grounded on assessment and strengthening of Key Resilience Family Processes that include the Organizational Patterns, Communicational Process and Belief Systems of family. Participants are four families randomly selected, and seen during ten therapy sessions. The Key Family Resilience Process scale - Self-report is applied by the first and tenth sessions. The Genogram and Family Time Line are also utilized. The sessions are tape recorded and literally transcripted. Data analysis is based on Grounded Theory Methodology, including aprioristic categories taken from Key Family Resilience Processes and Core Principles for Strengthening Relational Resilience. The results show the changes with families through the psychotherapy process and at the end of ten sessions; its evolutive stages and the resources that families have mobilized for facing the daily challenges. It concludes that the manner families perceives themselves in relating to Key Processes, is associated to stress situation coping in that moment. The Family Organizational Patterns, Communicational Processes and Belief Systems are directly influenced by cultural differences. It is presented suggestions to increase the Key Family Resilience Process and Core Principles for Strengthening Relational Resilience Tables by including variability founded. The central phenomenon that involves the transformations on psychotherapy process is defined as: "Constructing, Sharing and Making Meaning of Experiences ".
Palavras-chave: Resiliência Familiar
Terapia Familiar
Mudança no Processo Terapêutico
Resiliência e Terapia
Crenças familiares
Family Resilience
Family Therapy
Change Therapy Process
Resilience and Therapy
Family Beliefs
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica
Citação: Souza, Marilza Terezinha Soares de. Resiliência na terapia familiar: construindo, compartilhando e ressignificando experiências. 2003. 278 f. Tese (Doutorado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2003.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15364
Data de defesa: 30-Mar-2003
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Marilza Terezinha Soares de Souza.pdf2,81 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.