Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15420
Tipo do documento: Tese
Título: Vampiros: de predadores a príncipes - uma análise junguiana sobre as transformações do masculino a partir do relacionamento amoroso
Título(s) alternativo(s): Vampires: from predators to princes - a Jungian analysis on the male changes derived from romantic relationship
Autor: Bilotta, Fernanda Aprile 
Primeiro orientador: Faria, Durval Luiz de
Resumo: O vampiro é uma das mais famosas criaturas na história do terror. Proveniente de crenças folclóricas e lendas, ele ganhou notoriedade editorial e cinematográfica. No decorrer do século XX e inicio do XXI, sua figura passou por uma série de transformações as quais continuaram lhe garantindo sucesso junto ao público. Nesse processo, sua imagem ganhou novas possibilidades de interpretação. Este trabalho teve como objetivo identificar e analisar as transformações ocorridas na figura do vampiro e de seus relacionamentos amorosos em filmes produzidos no período de 1922 e 2012. Além disso, teve por objetivo específico refletir sobre as modificações ocorridas na masculinidade e no relacionamento amoroso na contemporaneidade. Para este fim utilizou-se o método qualitativo. Foram assistidos e analisados os seguintes filmes: Nosferatu, uma sinfonia de horror (1922), Drácula (1931), Horror of Drácula (1958), Nosferatu, o vampiro da noite (1979), Drácula de Bram Stoker (1992), Crepúsculo (2008), Lua Nova (2009), Eclipse (2010), Amanhecer - parte 1 (2011) e Amanhecer - parte 2 (2012). Os dez filmes foram descritos e analisados por meio dos pressupostos teóricos da psicologia analítica, baseando-se para isso em imagens, eventos e sequências significativas quanto à composição dos personagens vampiros, as mulheres por ele desejadas e o tipo de relação estabelecida entre ambos, além da relação com seus antagonistas e com os demais personagens influentes em cada película. Por meio das produções fílmicas analisadas, observou-se que alguns aspectos da figura do vampiro foram acrescentados, enquanto outros se extinguiram ou passaram por readaptações. A análise sugere que nessa trajetória, o vampiro foi integrando humanidade e corporificando atributos heroicos. No seu processo de humanização, destaca-se a importância do vinculo afetivo que o vampiro foi estabelecendo com a mulher por ele escolhida. Simbolicamente, tem-se o contato entre o masculino reprimido e a anima. Ao ser guiado pelo princípio feminino, sentimentos e emoções outrora sombrias tornam-se conscientes, podendo assim, serem integradas. A pesquisa também sugere que a masculinidade poderá ser transformada na medida em que o homem possui contato com a sombra, tornando-se consciente de seus conteúdos afetivos, eróticos e criativos, estabelecendo relacionamentos menos projetivos. Tais aspectos quando assimilados e conciliados com o ego, auxiliam no estabelecimento de relacionamentos amorosos onde predomina a alteridade
Abstract: The vampire is one of the most famous creatures in the history of terror. Originated from folk beliefs and legends, he won editorial and film notoriety. During the twentieth as well as early twenty-first centuries, his figure has undergone a series of transformations which ensured his permanent success with the public. In the process, his image gained new possibilities of interpretation. This study aimed at identifying and analyzing the transformations in the vampire figure and his romantic relationships in films produced in the period comprised from1922 and 2012. In addition, we had the specific aim of reflecting on the changes that have been occurring in masculinity and loving relationship nowadays. In order to do so, the qualitative method was used. The following films were watched and analyzed: Nosferatu, a Symphony of Horror (1922), Dracula (1931), Horror of Dracula (1958), Nosferatu, the vampire of the night (1979), Bram Stoker's Dracula ( 1992), Twilight (2008), New Moon (2009), The Twilight Saga: Eclipse (2010), The Twilight Saga: Breaking Dawn - Parts 1 (2011) and 2 (2012). Those ten films were described and analyzed through the theoretical principles of analytical psychology. Such procedure was base on images, significant events and sequences regarding the composition of vampire characters, women desired by them, and the type of relationship established between them. The relationship with their antagonists and other influential characters in each film were also taken into account. Through the filmic production analyzed, it was noticed that some aspects were added to the vampire figure, while others became extinct or have undergone retrofits. The analysis suggests that in such trajectory, the vampire started integrating humanity as well as embodying heroic features. In such humanizing process, the importance of the affective bond that the vampire started establishing with the woman chosen by him was highlighted. Symbolically, the contact between repressed male traits and the anima takes place. Guided by the feminine principle, feelings and emotions − once dark − have become conscious, thus enabling integration to take place. Research also suggests that masculinity can be transformed to the extent that man has contact with the shadow, thus not only becoming aware of their emotional, erotic and creative content, but also establishing less projective relationships. Such aspects, when assimilated and reconciled with the ego, assist in establishing romantic relationships in which predominates otherness
Palavras-chave: Psicologia analítica
Vampiros
Masculino
Sombra
Anima
Relacionamento amoroso
Analytical Psychology
Vampires
Male
Shadow
Anima
Romantic relationship
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica
Citação: Bilotta, Fernanda Aprile. Vampires: from predators to princes - a Jungian analysis on the male changes derived from romantic relationship. 2015. 223 f. Tese (Doutorado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15420
Data de defesa: 3-Jul-2015
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Fernanda Aprile Bilotta.pdf1,57 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.