???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15491
Tipo do documento: Dissertação
Título: O caminho intergeracional dos sentimentos: estudos dos padrões afetivos transmitidos pela família
Título(s) alternativo(s): The intergerational path of feelings: studies of affective patterns transmitted through the family
Autor: Assis, Wanda Rogéria Campos Lima
Primeiro orientador: Cerveny, Ceneide Maria de Oliveira
Resumo: O presente estudo discute a manifestação da afetividade interconectada com a comunicação na família à luz das relações vinculares entre gerações de filhos, pais e avós, fundamentando-se em afetividade e transmissão na abordagem sistêmica. Seu objetivo foi identificar e compreender os padrões afetivos transmitidos intergeracionalmente pelos discursos nas narrativas e memórias dos membros familiares. Foi feita uma pesquisa qualitativa com delineamento de estudo de caso e entrevista semi-estruturada que analisou o discurso dos sujeitos (três famílias) pela comunicação verbal e não- verbal em suas trajetórias de vida. No estudo, foram abordados elementos vinculados à formação de valores afetivos dentro das questões familiares, gênero e cultura. Os conflitos que emergem do medo de separação das pessoas, vínculos relacionais e como isto pode ser vivenciado com menos angústia, desprazer, expressando sentimentos carregados de carga afetiva. Na prática, do cotidiano, existe a intenção de incorporar novos saberes, modificar atitudes comunicacionais, rever a construção da afetividade, buscando a compreensão de papéis e valores conflitantes pela construção de parcerias relacionais entre gerações. A pesquisa evidenciou os padrões afetivos formados e transmitidos intergeracionalmente e a falta de um diálogo mais igualitário sobre os sentimentos, espaço e tempo torna-se empecilho na construção de melhor qualidade nas relações familiares. Diante do prazer e desprazer, da proximidade e distanciamento das pessoas, de vínculos afetivos, os afetos sofrem um abalo, manifestando a dimensão do apego. Constatou-se também a importância dos sinais da comunicação ligados à afetividade na área relacional, mesmo no contexto de uma família considerada afetiva e expressiva. Portanto, o olhar intergeracional dos estudos afetivos transmitidos dentro de uma família revela valores estimáveis e inquestionáveis à sobrevivência do ser humano para relações familiares mais satisfatórias
Abstract: This study discusses the way behaviors of affection interact and are interconnected with the family communication, through intergerational attachments of generations of grandparents, parents and their children, based upon affectivity and transmission. It s main objective was to identify and understand the affection patterns passed through family generations in it s speeches, narratives and member s memories troughs systemic theory. A qualitative research was made with a case study and a semi-structured interview in which the speeches of the family members (three families) were analyzed through verbal and non-verbal communication during their life span. In the study with the families, it was considered the aspects related to the establishment of the affective values within the family, gender roles and culture. The conflicts that emerge from the fear of being separated from people, relational attachments and how it can be lived with less distress, unpleasantly feelings an it s expressions with an enormous emotional weight. In practice, during day-by-day routines, there is an intention to absorb new knowledge, chance communication attitudes, and review the construction of affectivity, looking for the comprehension of places and conflicted values found in the partnership lived by different generations. This study demonstrated that patterns of affection are formed and transmitted through family generations, and the impossibility to express and talk about it s feelings at the same time and importance is a obstacle in the construction of better family relations. To deal with pleasure and unpleasant situations, closeness to people, different kinds of attachments, the family members bonds can be shaken, showing the attachment s intensity. It was also clear the importance of the communication signs linked to the relational area, even with the families considered very affective and expressive of its feelings. Accordingly, the importance to have an intergerational look in the study of the feelings of affection transmitted inside the same family reveals important values in the family relationships patterns that are priceless to the human being and better family relationships
Palavras-chave: Valores familiares
Padrão afetivo
Transmissão intergeracional
Family values
Patterns of affection
Transmission between generations
Afeto (Psicologia)
Familia - Aspectos psicologicos
Relacoes entre geracoes
Valores sociais
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica
Citação: Assis, Wanda Rogéria Campos Lima. The intergerational path of feelings: studies of affective patterns transmitted through the family. 2006. 232 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15491
Data de defesa: 1-Jun-2006
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
WandaAssis.pdf4,19 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.