???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/1551
Tipo do documento: Dissertação
Título: Gestão estratégica para redes de varejo farmacêutico: Um modelo baseado no baranced scorecard
Autor: Castro, João Bosco Barroso de
Primeiro orientador: Santos, Neusa Maria Bastos Fernandes
Resumo: O objetivo deste trabalho consiste em propor um modelo de gestão estratégica para redes de varejo farmacêutico, com base no Balanced Scorecard (BSC). Modelos de gestão estratégica baseados no BSC foram relatados na literatura para diversos setores, como educação, varejo alimentício e indústria. No entanto, a pesquisa revela a ausência de trabalhos acadêmicos sobre modelos de gestão na óptica do BSC para redes de varejo farmacêutico. O varejo farmacêutico destaca-se pelo fato de ser o principal canal de distribuição de medicamentos no país, respondendo por mais de 80% das compras do total de remédios produzidos pela indústria. Esse setor faturou cerca de US$ 4,2 bilhões, colocando o Brasil como o 11° maior mercado de medicamentos do mundo em 2003. O Brasil é um dos países com maior número de farmácias, com mais de 54 mil estabelecimentos. Atualmente, o setor passa por importantes transformações, tais como acirramento da concorrência, expansão do associativismo, crescimento das farmácias magistrais, expansão dos medicamentos genéricos, diversificação da oferta de produtos e serviços e aumento da competição com supermercados em não medicamentos. Nesse contexto, as empresas do varejo farmacêutico precisam estar equipadas com um sistema de gestão que possa assegurar a implementação de suas estratégias e sinalizar as mudanças de curso necessárias, à luz de uma reflexão estratégica. A presente dissertação argumenta que o sistema de gestão fundamentado no BSC pode representar a resposta a esses desafios. A base metodológica do modelo proposto está centrada no estudo de caso das Farmácias Pague Menos, a maior rede do varejo farmacêutico em número de estabelecimentos e uma das maiores em faturamento do país. O trabalho inclui também a formulação das estratégias através da análise SWOT para a rede em questão, como subsídio para a aplicação do modelo proposto. Considerando as limitações de generalização do estudo de caso, o modelo proposto pode ser adaptado para outras redes do setor, além de servir de subsídio para a construção de BSC para outros ramos de varejo, um dos setores mais inovadores e importantes para o crescimento do Brasil.
Abstract: ABSTRACT This work proposes a strategic management model based on Balanced Scorecard (BSC) for pharmaceutical retailing chains. BSC-based strategic models have been reported in the literature for varied sectors, such as food retailing, manufacturing and education. However, this research indicates lack of academic work on this theme for drugstore chains. The pharmaceutical retailing sector represents the major drug distribution channel in the country, accounting for more than 80% of the total drug purchases from the industry. In 2003, this sector recorded revenues of about US$ 4.2 billion, what makes Brazil the eleventh largest drug retail market worldwide. Brazil is also one of the countries with the highest number of drugstores, reaching more than 54 thousand stores. Currently, the drug retailing industry has been facing significant changes, including stricter competition, association increase of independent retailers, growth of manipulated drug pharmacies, generic drug expansion, diversification of product and service mix and increasing rivalry with supermarkets in products other than drugs. In this context, drugstores should be equipped with a management system that can assure strategy implementation and indicate necessary course changes, in light of strategic thinking. The present research argues that the proposed BSC management system can represent the answer for such challenges. The proposed model methodology is based on the case study of Farmacias Pague Menos, the largest Brazilian drugstore chain in number of stores, and among of the major chains in terms of revenues. The work also includes strategy formulation through SWOT analysis for the analyzed chain as an input for the proposed model. Considering case study limitations for generalization, the proposed model can be adapted to other drugstore chains, and also can serve as a starting point for the development of a BSC in other segments of the retail industry, one of the most innovative and important sectors for Brazilian growth.
Palavras-chave: Balanced Scorecard
Varejo Farmacêutico
Indicadores de Desempenho
Planejamento estratégico
Balanced Scorecard
retailing
strategic planning
Contabilidade gerencial
Eficiência organizacional
Farmácias, drogarias, etc.
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::CIENCIAS CONTABEIS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Ciências Cont. Atuariais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Contábeis e Atuariais
Citação: Castro, João Bosco Barroso de. Gestão estratégica para redes de varejo farmacêutico: Um modelo baseado no baranced scorecard. 2005. 183 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Cont. Atuariais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2005.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/1551
Data de defesa: 17-Nov-2005
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Contábeis e Atuariais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao Joao Bosco Barroso de Castro.pdf951,82 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.