???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15628
Tipo do documento: Tese
Título: Contratransferência: um dispositivo clínico psicanalítico
Autor: Dias, Helena Maria Melo 
Primeiro orientador: Berlinck, Manoel Tosta
Resumo: Mobilizados pelo estudo do caso Sarah realizamos uma investigação do conceito de contratransferência formulado por autores, que destacam sua relevância no tratamento psicanalítico. Dentre estes, sustentamos que Pierre Fédida ampliou e aprofundou esta concepção, ao considerar a metapsicologia dos processos psíquicos do analista na técnica psicanalítica. As articulações do caso com o fecundo pensamento deste autor fundamentaram esta tese que concebe a contratransferência como dispositivo inerente à situação analítica e adequada ao enquadre no tratamento. Para tanto, buscamos compreender a especificidade da técnica elaborada por Freud, que tem como paradigma o sonho. Refletimos sobre a problematização dessa técnica por Ferenczi, a partir de casos considerados difíceis e estranhos a seu campo, que promoveu uma gama de estudos voltados à pesquisa dos efeitos contratransferenciais na análise. A característica principal dessa pesquisa tem por referência as primeiras relações objetais na constituição psíquica do bebê, as quais tornam-se modelos de toda transferência, a partir do que o analista intervém no psiquismo do paciente. Dessa perspectiva, Fédida argumentou o modelo implícito da contratransferência como de uma relação fictícia mãe-filho, capaz de ressonância e continência ao estado de angústia do paciente e apropriado à linguagem no tratamento. No caso Sarah, a auto-transgressão da contratransferência, como momento crítico da análise, possibilitou a paciente metabolizar e metaforizar seu sofrimento psíquico
Abstract: As we were touched by the Sarah case, a scrutiny was performed about the concept of Countertransference which was framed by authors whom highlighted its relevance throughout a psychoanalytical treatment. Among them, we regard Pierre Fédida as the one who amplified and brought the matter into a deeper understanding, as he considered the Metapsychology within the psychological processes of the therapist upon the psychoanalysis technique. The articulations of the case in question, allied with such thought, are the cornerstones of this thesis which understands Countertransference as an inherent mechanism to the analytical scenario and thus, adequate as prescribed therapy. Therefore, a specific comprehension was sought about this technique developed by Freud which has dreaming as its basic paradigm. A thought was also given about its methodology by Ferenczi, based upon cases which were reckoned to be difficult to deal with and aliens to his own arena, fact which provoked increasing scientific publications on the topic of countertransferencial effects in the analysis. The major characteristic of this research has its core on the topic of the first objectional relationships in a baby s psychological constitution which turns to be the transferencial basis upon which the therapist intervene in a patient s psychism. From this perspective, Fédida supported the inherent model of countertransference as a fictional relationship, mother-son-like, capable of becoming both resonant and contigent to a patient s state of anguish and hence proper to the treatment. In the Sarah case the Countertransference s Auto-Transgression, a critical scenario during the analysis, permited the patient to both metabolize and metaphorize his psycologhical suffering
Palavras-chave: Caso Sarah
Tratamento psicanalítico
Técnica psicanalítica
Sarah case
Countertransference
Psychoanalytical treatment
Psychoanalysis technique
Fedida, Pierre -- Contribuicao a concepcao de contratransferencia
Contratransferencia (Psicologia)
Psicoterapeuta e paciente
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica
Citação: Dias, Helena Maria Melo. Contratransferência: um dispositivo clínico psicanalítico. 2007. 150 f. Tese (Doutorado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2007.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15628
Data de defesa: 3-Oct-2007
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Helena Maria Melo Dias.pdf448,02 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.