???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15697
Tipo do documento: Tese
Título: Perversão social e adoecimento: uma escuta psicanalítica do sofrimento no trabalho
Título(s) alternativo(s): Social perversion and illnesses: one psychoanalytic listening of the suffering in the work
Autor: Martins, Soraya Rodrigues 
Primeiro orientador: Mezan, Renato
Resumo: O tema central desse estudo é o sofrimento no trabalho. Esse estudo está apoiado na escuta e literatura psicanalítica, na psicodinâmica do trabalho e em diferentes autores da sociologia política. O eixo de análise clínicoteórica está constituído a partir de fragmentos (cenas) selecionados de registros clínicos (1992 - 2005) de atendimentos (individual e em grupo) a pessoas que adoeceram no trabalho. A análise está configurada na perspectiva dos seguintes temas: relação prazer e sofrimento, identificações e recursos defensivos. A pesquisa procura esclarecer, em relação ao trabalhador, os processos psicodinâmicos promotores da negação do sofrimento, com destaque no estabelecimento de pactos perversos e o uso de estratégias de defesa (individuais e coletivas), a fim de promover a recusa do corpo (apercepção) e evitar a atividade de pensar sobre o contexto de trabalho. Os dados clínicos demonstram que os processos de adoecimento no trabalho estão associados a: (1) violência moral; (2) captura e alienação do sujeito em relação à cena perversa contida pelas relações de trabalho
Abstract: The central subject throughout this study is the suffering in work. This study is based on psichoanalytical listening and reading, on the Psichodynamics of work and in several authors of political sociology. The clinical-theoretical analysis axis is built on selected pieces (scenes) of clinical files (1992 2005) of consultations (individual and group ones) to people which have gotten ill in work, according to the following subjects: pleasure and suffering relation, identifications, and defensive resources. This research analyses the psichodynamic processes that promote the denial of suffering, such as: the establishment of perverse pacts and the deployment of defense strategies (individual and collective ones), in order to establish the body s refuse and to avoid the thinking activity on the working context. The gathered clinical data show that the processes of getting ill in work are associated to: (1) moral violence; (2) the capturing from the subject to the perverse scene contained in working relations
Palavras-chave: Sofrimento psíquico
Perversão social
Constituição do sujeito
Psicodinâmica do trabalho
Clínica psicanalítica
Psychic suffering
Social perversion
Subject constitution
Psichodynamics of work
Psychoanalytical clinics
Psicanalise
Sofrimento
Trabalho -- Aspectos psicologicos
Trabalho -- Aspectos fisiologicos
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica
Citação: Martins, Soraya Rodrigues. Social perversion and illnesses: one psychoanalytic listening of the suffering in the work. 2008. 163 f. Tese (Doutorado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15697
Data de defesa: 12-May-2008
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Soraya Rodrigues Martins.pdf1,2 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.