REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/15765
Tipo: Dissertação
Título: Madalena lave as mãos senão você vai pegar AIDS: a representação social da AIDS em crianças de 6 e 7 anos
Autor(es): Roth, Maria Cecilia
Primeiro Orientador: Spink, Mary Jane Paris
Resumo: Este trabalho procura identificar as representações sociais que crianças de 6 e 7 anos têm a respeito da AIDS. O interesse pelo tema surgiu a partir da resposta da minha filha de 7 anos "ih, mãe, então preciso usar camisinha", à observação de que deveria tomar cuidado com a água por causa do cólera. Interessada em pesquisar se esta dúvida era somente dela, ou se das crianças da mesma faixa etária, elaborei um roteiro de questões sobre o que elas achavam que era AIDS, como se pegava, se já tinham ouvido a palavra camisinha, e se sabiam o que era. Esse roteiro usado no pré-teste foi posterionnente modificado para um roteiro mais amplo no sentido de que procurava identificar o que as crianças sabem sobre doença, como se pega, o que fazem para não ficar doentes, se já ouviram falar a palavra AIDS, onde, se sabem o que é, como se pega, e se acham que podem pegar. A pergunta sobre camisinha foi retirada pois houve preocupação por parte da escola de que o tema trouxesse muitas questões às quais as professoras não se sentiriam preparadas para responder. As entrevistas foram feitas com crianças do pré (6 anos) e da primeira série (7 anos) de uma escola de classe média-alta de São Paulo. As entrevistas foram feitas em grupos de 4 ou 5 crianças que iam para uma sala onde a discussão era também filmada. Ao final das entrevistas, nas próprias classes de aula, foi pedido que as crianças fizessem um desenho sobre a AIDS. A análise dos dados mostra que todas as crianças menos uma já ouviram falar da AIDS, que as crianças associam a AIDS com morte, doença perigosa e câncer. Acham que se não se cuidarem podem pegar a doença e acreditam que se cuidar implica em lavar as mãos antes das refeições, escovar os dentes, não andar descalço e não tomar friagem. Uma análise da forma como vemos as crianças em geral, aponta para o fato de as considerarmos incapazes de ouvir e discutir determinados conteúdos, no caso, a AIDS. Tal postura é impeditiva de uma abertura para a abordagem do tema
Palavras-chave: Sindrome de imunodeficiencia adquirida -- Conceito em criancas
AIDS e criancas
AIDS e escola
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Psicologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica
Citação: Roth, Maria Cecilia. Madalena lave as mãos senão você vai pegar AIDS: a representação social da AIDS em crianças de 6 e 7 anos. 1994. 132 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 1994.
Tipo de Acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15765
Data do documento: 30-Nov-1994
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Maria Cecilia Roth.pdf
  Restricted Access
5,74 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.