???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15823
Tipo do documento: Dissertação
Título: Qualidade de vida e disfunção sexual: vaginismo
Título(s) alternativo(s): Quality of life and sexual dysfunction: the vaginismus
Autor: Serra, Melina 
Primeiro orientador: Bassani, Marlise Aparecida
Resumo: O vaginismo é caracterizado pela CID-10 (1993) como um espasmo dos músculos que circundam a vagina, causando oclusão da abertura vaginal, tornando a penetração do pênis impossível ou dolorosa. Desde 1990, a Organização Mundial de Saúde ressalta o sexo como um dos pilares para garantia de qualidade de vida. O presente estudo buscou compreender, a partir de um olhar fenomenológico, como mulheres moradoras no Estado de São Paulo e diagnosticadas com vaginismo, vivenciam a qualidade de vida em seu dia-a-dia. Participaram quatro mulheres, entre 34 e 43 anos. Os instrumentos utilizados foram: Questionário de Qualidade de Vida (WHOQOL-bref), Instrumento de Auto-Percepção de Qualidade de Vida (Serra e Bassani) e entrevista aberta. Os dados foram analisados a partir das características do existir humano ser-no-mundo, temporalizar, espacializar e escolher (Forghieri, 2004). Os dados obtidos ressaltam que a disfunção sexual afeta o existir das participantes. O vaginismo parece permear o ser-no-mundo dessas mulheres, seja nas relações com o ambiente, com outras pessoas ou consigo mesmas. A maioria das participantes consegue vivenciar com sintonia suas experiências, expandindo o temporalizar. Alternam as maneiras de existir, com prevalência das preocupada e sintonizada; Informações sobre a disfunção sexual e opções de tratamento proporcionam uma melhor compreensão do vaginismo, facilitando a realização de escolhas. Este estudo indica que: 1) O vaginismo afetou todos os âmbitos da vida das participantes, com mais intensidade os de saúde, sexual e emocional. 2) Os âmbitos que influenciaram diretamente a avaliação geral de qualidade de vida variaram para cada participante, destacam-se os âmbitos: saúde, sexual, familiar e social. 3) Obter informações, compreender a disfunção e ter a possibilidade de fazer tratamento, favorecem o bem-estar das participantes. 4) A resolução da queixa de vaginismo influencia na melhoria e na avaliação da qualidade de vida
Abstract: The vaginismus is characterized by ICD-10 (1993) as a spasm of muscles surrounding the vagina, causing occlusion of the vaginal opening, making possible the penetration of the penis or painful. Since 1990, the World Health Organization says the sex as one of the pillars for ensuring the quality of life. This study sought to understand how women, with vaginismus diagnoses and living in the city of São Paulo experience quality of life, from Psychology phenomenological approach. Four women participated in this research, aging between 34 and 43 years. The instruments used were: WHOQOL-bref, Instrument of Self-Perceived Quality of Life (Serra and Bassani) and open interview. Data were analyzed from the features of human existence - being in the world, temporalizing, and choose spatialization (Forghieri, 2004). The data indicated that sexual disorders affect any of the participants. The vaginismus seems to underline the world of these women, in their relationships with the environment, with others or with themselves. Most of the participants can live with keeping their experiences, expanding their temporalizing. They reported having lived alternatives ways of existence, with a prevalence of concerned and focused; information about sexual disorders and treatment options can provide a better understanding of the vaginismus, in order to facilitate the achievement of choices. This study indicates that: 1) the vaginismus affects all areas of life of these participants, with more intensity: health, sexual and emotional ones. 2) Health, sexual, family and social affairs, are the areas most directly affected on the overall assessment of quality of life. 3) getting information, understanding of the disorder and being able to attend to properly treatment, can promote the welfare of participants. 4) The resolution of the complaint of vaginismus influences the improvement and new meanings for quality of life
Palavras-chave: Sexualidade
Disfunção sexual feminina
Fenomenologia
Sexuality
Female sexual dysfunction
Vaginismus
Quality of life
Phenomenology approach
Disturbios psicossexuais
Qualidade de vida
Vaginismo
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica
Citação: Serra, Melina. Quality of life and sexual dysfunction: the vaginismus. 2009. 123 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15823
Data de defesa: 27-Apr-2009
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Melina Serra.pdf2,19 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.