???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/16021
Tipo do documento: Tese
Título: A escola de 1º grau : passagem da 4ª para a 5ª série
Autor: Domingues, Maria Herminia Marques da Silva 
Primeiro orientador: Mahoney, Abigail Alvarenga
Resumo: Um dos objetivos da Lei 5.692/71 foi a implantação da Escola de 1º Grau, de oito anos, única e continua. As altas taxas de evasão e retenção indicam ser a 5ª série um dos pontos de estrangulamento nesta continuidade. A partir de estudos que demonstravam ser a expectativa uma variável importante no desempenho tanto de alunos quanto de professores, levantou-se a hipótese de que, possivelmente, uma das causas dessa situação estaria nas diferenças de expectativas, quanto ao próprio papel enfrentadas pelo aluno ao chegar à 5a série. Com base nesta hipótese foi proposto este estudo que teve como objetivo analisar as expectativas prescritas e concebidas e o desempenho de professores e alunos quanto ao papel de ambos na 4a e na 5a série, Diante deste objetivo foi elaborada uma trajetória que deveria retratar a realidade de uma escola de 1º grau que seria enfocada como ela e, segundo diferentes ângulos, As expectativas prescritas foram identificadas através dos documentos oficiais. As expectativas concebidas foram obtidas por questionários aplicados no final da 4a e no inicio e final da 5a. série. O desempenho foi identificado pela observação do cotidiano da sala de aula do mesmo agrupamento de alunos na 4a e na 5a série. Os dados foram agrupados de maneira a expressarem um retrato dinâmico da realidade estudada. Este retrato permitiu uma primeira análise que, com base na opção teórica, evidenciou que a 4,a e a 5a séries se constituem em duas realidades distintas. As diferenças encontradas não foram em relação às expectativas concebidas e sim quanto a algumas prescritas e, principalmente, quanto as transmitidas através do desempenho. Uma revisita às evidências obtidas, não mais sob as amarras da opção teórica, permitiu uma análise critica dessas evidências quanto ao ritual, aos atares e a institui,cão. Essa análise critica demonstrou que, apesar de todas as medidas in traduzidas no sentido de implantar a Lei 5,692/71, ainda hoje coexistem duas realidades distintas - o primaria e o ginásio acoplados na Escola de 1Q Grau
Palavras-chave: Expectativa
Currículo
Professores e alunos
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::FUNDAMENTOS DA EDUCACAO::PSICOLOGIA EDUCACIONAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação
Citação: Domingues, Maria Herminia Marques da Silva. A escola de 1º grau : passagem da 4ª para a 5ª série. 1985. 245 f. Tese (Doutorado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 1985.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/16021
Data de defesa: 10-Aug-1985
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Maria Herminia Marques da Silva Domingues.pdf14,07 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.