???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/1605
Tipo do documento: Dissertação
Título: Gerenciamento de riscos de operações e sustentabilidade organizacional: um estudo entre as empresas certificadas
Autor: Britto, José Geraldo Falcão 
Primeiro orientador: Santos, Neusa Maria Bastos Fernandes
Resumo: A partir do ano de 2010, as organizações, principalmente de capital aberto, vêm atravessando um processo de aperfeiçoamento do processo de divulgação e transparência da divulgação de resultados de operações, que envolve a melhoria das demonstrações contábeis, e de relatórios complementares, a adoção do processo de uniformização das práticas contábeis promovidas pelo International Accounting Standards Board e International Financial Reporting Standards (IASB/IFRS), também pela divulgação de Riscos operacionais ou de operações para atendimento à nova legislação que entrará em vigor a partir de janeiro de 2016 (Instrução CVM 552). Esse processo tem promovido adaptações e adoções de novas práticas de relatos de informações financeiras e contábeis, bem como tem promovido a forma com que as organizações gerenciam internamente seus processos e implementado suas formas de controles operacionais. Principalmente o setor financeiro, bancário e de seguros, que financiam as atividades produtivas, motivados pelo aperfeiçoamento dos processos de análise de riscos de seus clientes e tomadores de empréstimos, tem aprofundado sua forma de análise e aperfeiçoado as práticas de identificação de riscos operacionais das organizações, e acompanhando as modificações promovidas pela Organização para cooperação do desenvolvimento econômico (OCDE). Desta forma, e por este cenário, o estudo teve o objetivo de acompanhar, atualizar e analisar as práticas organizacionais de relatos de Riscos Operacionais de sustentabilidade, e de pesquisar as práticas através de entrevistas estruturadas sobre o grau de aprofundamento frente aos frameworks (padrões) em Gestão de Riscos estabelecidos. Foram Realizados 02 estudos utilizando dados primários (pesquisas diretas com usuários das organizações) e secundários (demonstrações contábeis, relatos integrados de riscos de sustentabilidade divulgados) como forma de analisar as práticas das organizações. Para fundamentar o estudo, foi realizada pesquisa aberta (dados primários) com empresas participantes da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas e comitês CEE63 de Gestão de Riscos), onde os resultados demonstraram que as organizações pesquisadas como, por exemplo, Petrobras, Netshoes, Inmetro, Furnas, Syngenta, Empresa RBS de comunicação, Sabesp, entre outras, possuem práticas de Gestão de Riscos Operacionais coerentes com os conceitos estabelecidos por frameworks, estando em fase de implantação e em constante aperfeiçoamento interno dessas práticas. Após aplicados os critérios de seleção de amostras (não probabilísticos), e o estudo de dados secundários, foi selecionada a empresa FIBRIA Celulose, através de análise de relatórios de sustentabilidade ISE, demonstrações contábeis e Relato integrado de riscos (dos anos de 2013 e 2014), e demonstrou atender em termos conceituais, por contemplar os aspectos constantes em normas e frameworks do tema (normas ISO 26001, 16001, 31000), e está, como descrito nos próprios relatórios divulgados, em fase de preparo para atendimento de nova exigência da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Este processo de adaptação das organizações e de novas exigências, resumidas recentemente na padronização das práticas contábeis, na divulgação de índices de riscos e de materialidade dos riscos de operações, da certificação de produtos e sistemas de gestão em Gestão de Riscos e sustentabilidade e adoção de Contabilidade Ambiental e Social, apresenta-se como uma nova fase de observação da atividade econômica no Brasil
Abstract: As of 2010, the main publicly traded organizations have been going through an improvement process of disclosing with transparency the results of their operations that involves the improvement of financial statements and supplementary reports, by adopting the standardization process promoted by the International Accounting Standards Board and International Financial Reporting Standards (IASB / IFRS). It also includes the disclosure of operational risks or operations to meet the new legislation will be effective on January 2016 (CVM Instruction 552). This process has promoted adaptive approach and adoption of new practices of reporting financial and accounting information, as well as has promoted the way the organizations manage their internal processes and operational controls. Especially in financial, banking and insurance sectors that fund productive activities, and motivated by the improvements of due diligence analysis of their customers and borrowers, they have better framed the analysis and identification of operational risks of organizations and are also following the changes promoted by the Organization for Cooperation of Economic Development (OECD). In this way, this study aimed to monitor, update, and analyze the current Organizational practices with regards to their Sustainability Operational Risk reports and the levels of compliance compared with existing risk management framework through structured interviews. To analyze the practices of organizations it has been done 02 studies, using primary data (survey made with organizations employees) and secondary data (financial statements, published integrated reports of sustainability risks). To better support the study, an open survey was conducted (primary data) with companies that are part of ABNT (Brazilian Association of Technical Standards and CEE63 committees - Risk Management), where the results showed that the organizations, for instance, Petrobrás, Netshoes, Inmetro, Furnas, Syngenta, Empresa RBS communication, Sabesp among others, have operational risks management practices and they are consistent with the criteria established by the framework, and they are in implementation phase and in constant process improvement. After applying the sample selection criteria (not probability) and the secondary data, the company named Fibria Celulose has been selected through the analysis of its ISE sustainability reporting, financial statements and integrated risk reporting (years 2013 and 2014 ), and this meets concept terms as well, by contemplating norms/standards and frameworks (standards ISO 26001, 16001, 31000), and is, as described in its own published reports, in preparation phase to meet new requirements of Securities and Exchange Commission (CVM). These processes of adapting organizations, the new requirements recently summarized in the standardization of Accounting practices; the disclosure of risk indexes; the materiality of operational risks; the certification of products/management systems of risk/sustainability and adoption of Environmental & Social Accounting are shown as a new phase of observation of the economic activities in Brazil
Palavras-chave: Relatórios de riscos de operações empresariais
Relatórios de riscos corporativos
Riscos operacionais
Governança empresarial
Relatórios de sustentabilidade
Business operations risk reports
Corporate risk reports
Operational risks
Corporate governance
Sustainability reports
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::CIENCIAS CONTABEIS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Ciências Cont. Atuariais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Contábeis e Atuariais
Citação: Britto, José Geraldo Falcão. Gerenciamento de riscos de operações e sustentabilidade organizacional: um estudo entre as empresas certificadas. 2015. 208 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Cont. Atuariais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/1605
Data de defesa: 16-Jul-2015
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Contábeis e Atuariais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Jose Geraldo Falcao Britto.pdf5,73 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.